7 passos para pagar documento da moto

Manter tudo em ordem é uma parte fundamental de ser habilitado, não é mesmo? Veja, neste texto, como pagar o documento da moto e andar sem dores de cabeça.
pagar documento da moto

Olá, motorista!

Se você tem um veículo, já sabe a importância de manter a documentação em dia. Isso vale para qualquer tipo de veículo, inclusive motos — o que é ainda mais fundamental se você é motoboy.

O primeiro passo é tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Esse é o documento que vai permitir a você conduzir algum veículo automotor.

Depois, temos o CRV (Certificado de Registro do Veículo) e o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo). Caso o licenciamento (CRLV) não seja pago todos os anos, o proprietário perde o direito de circular com ele e ainda fica sujeito a sanções. E existem outras obrigações além do CRLV.

Veja, neste post, alguns passos para pagar o documento da moto com praticidade. Na Era Digital, realizar pagamentos e cumprir obrigações não são processos muito burocráticos. Confira os pontos que serão abordados em nosso texto.

Consulte o valor do débito

Vamos considerar o passo a passo para pagar o documento da moto online. O primeiro passo é saber o valor de seu débito.

Você pode aproveitar os serviços online do Detran para consultar o valor da dívida. Vá em “Veículo”, clique em “Consultar extrato de débito de veículos” e, depois, em “Consultar”. Insira o número do Renavam da moto, digite o código de validação e clique em “Pesquisar”.

É possível se informar sobre diferentes pontos, como: ano, cor, combustível, marca e modelo, número do chassi, situação, município e dívidas (licenciamento, IPVA, DPVAT, multas).

Na parte de resumo, é possível consultar todas as pendências do veículo. Se quiser, pode clicar em “Imprimir Extrato Completo” para que seja gerado um relatório em PDF. Esse relatório pode ser enviado por e-mail ou por WhatsApp.

Veja o que diz o CTB

Conforme o artigo 232 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), quem dirige seu veículo sem portar os documentos obrigatórios está cometendo uma infração leve, sendo aplicada uma multa como penalidade e, como medida administrativa, a retenção da moto até que o documento seja apresentado.

Quem pilotar sem renovação do licenciamento comete uma infração gravíssima, conforme dispõe o CTB em seu artigo 230. Como medida administrativa, o veículo é removido, apreendido e é aplicada uma multa no valor de R$ 293,47.

É preciso ficar atento ao seguinte: não basta renovar o licenciamento — é fundamental andar com ele. Caso contrário, a pessoa também será multada. Mas existe uma possibilidade de não ser multado de acordo com o parágrafo único do artigo 133: “O porte será dispensado quando, no momento da fiscalização, for possível ter acesso ao devido sistema informatizado para verificar se o veículo está licenciado”.

Conheça o processo para emitir a guia para pagar documento da moto

Você deve acessar o site do Detran para emitir a guia para pagar o documento da moto, seja seguro obrigatório, IPVA, licenciamento:

  • acesse a opção “Veículos, débitos, restrições e vistoria”;
  • faça seu cadastro usando CPF, placa da moto, número de Renavam e seu CPF;
  • em CRLV-e, você poderá emitir a guia de pagamento para o licenciamento;
  • da mesma forma, você poderá emitir a guia de pagamento do seguro e do imposto.

A interface do portal do Detran pode ser diferente de acordo com cada estado. Mas, em geral, os portais são bem intuitivos, com as opções claras para o usuário.

Fique por dentro dos impostos

O licenciamento anual é obrigatório e, desde 2021, ele é totalmente digital. Vale ressaltar, inclusive, que moto paga IPVA também, o famoso Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores. Essa é mais uma obrigação anual, de natureza estadual, sendo que a entidade responsável pela cobrança dele é a Secretaria da Fazenda (não é o Detran).

Por se tratar de um tributo estadual, é o próprio estado que determina as regras de pagamento: alíquotas, calendários, isenções. O valor do IPVA varia entre 1% a 6% em cima do valor venal da moto, que é definido pela tabela Fipe.

O pagamento de IPVA pode ser feito em cota única com desconto ou dividido em diferentes parcelas sem desconto. O proprietário deve consultar o site da Sefaz para saber sobre prazos e opções de pagamento.

Já o DPVAT é o seguro contra danos pessoais. Também é uma obrigação para quem tem qualquer tipo de veículo. Ele cobre morte, invalidez e despesas médicas em relação a terceiros. O calendário de pagamento é igual ao do IPVA.

Quando o proprietário atrasa os pagamentos fica sujeito a penalidades, inclusive multas cujo valor varia conforme o documento ou o imposto.

Saiba como consultar o documento pela placa

No site do Detran, já mostramos como é possível consultar o licenciamento. Você pode fazer a consulta a partir do número do Renavam ou do número da placa.

Também é possível acessar outras plataformas que permitem consulta pela placa ou número do Renavam, como o aplicativo Gringo.

Consultas sobre documentação usando a placa da moto também podem ser feitas pelo portal da Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito), antigo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Fuja da multa por atraso do documento

Como dissemos, a multa por atraso no registro e licenciamento de moto é, conforme o artigo 230 do CTB, de R$ 293,47. Além disso, o motorista perde sete pontos na carteira se dirigir o veículo sem renovar o CRLV.

É interessante considerar que um erro leva ao outro. Sem o pagamento do IPVA não é possível pagar o seguro obrigatório, e o licenciamento não pode ser renovado.

Enfim, você pode ser muito prejudicado quando não paga as obrigações da moto em dia. Por isso, fuja da multa e evite as penalidades, renovando o CRLV anualmente, no prazo certo.

Baixe o app Gringo

Finalmente, vamos falar do aplicativo Gringo. Por meio dele, você pode consultar as dívidas relacionadas ao veículo e emitir a guia para pagar o documento da moto de forma ainda mais fácil que acessando o site do Detran. O processo é simples:

  • baixe e instale o app;
  • entre com seu CPF e a placa da moto;
  • consulte a situação da moto e obtenha mais informações clicando em “débitos”;
  • clique em “pagar débitos” e selecione a melhor forma de pagamento.

O aplicativo permite que você divida o pagamento em até 12 vezes no cartão de crédito ou faça a quitação à vista (PIX ou boleto bancário).

Agora você já entende melhor como pagar documento da moto. Perceba que, com nosso aplicativo, tudo fica bem mais fácil. Lembrando que ele também notifica sobre os prazos de pagamento para você não atrasar.

Baixe nosso aplicativo e não atrase mais o pagamento do CRLV, do DPVAT e do IPVA!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine para receber conteúdo exclusivo