Top 5 estados brasileiros com mais mulheres habilitadas

Saiba quais são os 5 Estados brasileiros que têm mais mulheres habilitadas para dirigir.
mulheres habilitadas

Olá, motorista!

As mulheres têm, cada vez mais, conquistado espaço no trânsito brasileiro, tanto em números quanto em respeito. E isso é muito importante, pois existem ainda alguns estigmas sobre o assunto.

Infelizmente, elas ainda são, frequentemente, alvo de comentários maldosos e sem fundamento. Contudo, esse cenário tem mudado aos poucos, graças ao aumento significativo da presença de mulheres habilitadas em todo o mundo.

Continue a leitura e entenda melhor os motivos desse crescimento!

Quais são os Estados brasileiros que têm o maior número de mulheres habilitadas?

O grande número de habilitações exercidas pelas mulheres pode ser justificado por algumas razões. Por exemplo, por causa do quadro pandêmico da Covid-19, muitas procuraram uma renda extra ao trabalhar como motorista de Uber e outros aplicativos. Assim, a autoescola para mulheres seguramente tem sido cada vez mais procurada.

As mulheres também têm alcançado mais autonomia paulatinamente. Em função do trabalho ou da rotina mais corrida, obter a CNH tem sido algo cada vez mais presente na vida de muitas delas. Assim, o montante de habilitações aumentou consideravelmente em todo o Brasil, com enfoque em alguns Estados. Veja os 5 principais!

1. São Paulo

O Estado de São Paulo apresenta muitos registros de mulheres habilitadas. Com o fechamento de vários estabelecimentos em razão da pandemia, o comércio investiu muito no serviço de delivery.

Nesse sentido, cabe registrar que várias mulheres se disponibilizaram para o mercado de trabalho. A profissão de motogirl é crescente no Estado de São Paulo: segundo o DETRAN/SP, de janeiro de 2019 até janeiro de 2021 houve um aumento de 8% no número de profissionais do gênero feminino.

Elas são habilitadas para conduzir motos e carros, aumentando de 2,2 milhões para 2,5 milhões de condutoras! Além disso, as mulheres simbolizam 25% da totalidade de motociclistas da capital paulista.

2. Minas Gerais

As mineiras também não deixam a desejar quando o assunto é habilitação de trânsito. A ABRAMET registrou 2,5 milhões de mulheres habilitadas. É um valor grandioso e esses dados provavelmente se traduzem pelo fato de que, em MG, existem muitas empreendedoras.

A ASN (Agência Sebrae de Notícias) contabilizou que no Estado de Minas Gerais existe o segundo maior número de mulheres donas de seus negócios. Essa autonomia certamente exigiu que as elas também se tornassem independentes na direção. Afinal, uma mulher de negócios precisa estar apta a se deslocar com velocidade pelas malhas urbanas.

3. Paraná

O Paraná traz altas marcas de mulheres habilitadas. De acordo com o DETRAN/PR, a procura por habilitação tem sido maior entre as mulheres.

Em 2015, o órgão emitiu aproximadamente 114 mil novos documentos. Para condutores acima de 25 anos, por volta de 20,66% eram mulheres e 12,74% eram homens!

4. Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro também exibe uma apuração considerável de mulheres com habilitação para dirigir. Conforme a ABRAMET, cerca de 1,8 milhão de motoristas do gênero feminino compõe os capacitados para conduzir veículos.

Na cidade de Campos, nesse mesmo Estado, cresceu muito a mão de obra das jovens no transporte de viajantes. O trabalho feminino nesse segmento realmente merece destaque, não é mesmo?

5. Rio Grande do Sul

As gaúchas têm boa visibilidade quando o assunto é capacitação para dirigir. Inclusive, na cidade de Porto Alegre foi desenvolvido um aplicativo reservado para motoristas mulheres. O propósito é buscar segurança e isonomia de gênero.

O Estado aponta até mesmo que pessoas do sexo feminino têm menos multas e não se envolvem tanto com acidentes. Isso porque a direção defensiva é essencial para ter tranquilidade na condução de seu carro ou ao pilotar uma moto.

Quais informações são essenciais para mulheres no trânsito?

Não basta ter a CNH, é conveniente seguir algumas recomendações no trânsito para que tudo vá bem. Vale redobrar a atenção se estiver passando por lugares ermos e mal iluminados. Outra dica relevante é levar a bolsa no porta-malas do carro: é uma opção bem mais segura porque afasta o estímulo visual de eventuais criminosos.

As gestantes devem sempre ter cuidado com as viagens longas. Caso sintam algum enjoo ou indisposição, vale a pena parar o veículo o quanto antes. Qualquer distração pode ser fatal na hora de dirigir.

Se você está na direção, precisa estar atenta aos detalhes e nunca ter receios de investir na autoescola. É muito bom saber conduzir um veículo e poder transitar a passeio ou para cumprir um compromisso. Inspire-se no grande número de mulheres habilitadas para dirigir nos vários estados brasileiros e tire sua CNH também.

Gostou de saber desses detalhes? Compartilhe o post nas suas redes sociais e fique sempre por dentro das nossas dicas!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine para receber conteúdo exclusivo