Melhores motos para trabalhar: conheça 9 opções

Olá, motorista!

A profissão de motoboy ganhou ainda mais destaque durante a pandemia da COVID-19. Porém, para otimizar sua performance, é preciso escolher as melhores motos para motoboy. É sobre isso que vamos tratar neste artigo!

melhores motos para trabalhar
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Uma das profissões mais comuns em cidades de todos os portes, principalmente as maiores, é a de entregador ou motoboy.

Claro que, para o melhor desempenho em seu trabalho, vale a pena contar com um veículo de boa qualidade. Por isso, vamos analisar aqui as melhores motos para trabalhar como entregador!

A importância da profissão de motoboy

Com a pandemia, a profissão de entregador passou a se destacar ainda mais no cenário econômico. Os motoboys se tornaram, muitas vezes, os mantenedores de uma economia que tendia a regredir com o isolamento.

Muitos estabelecimentos recorriam ao delivery para sustentar o negócio, tentando garantir que a empresa se mantivesse em funcionamento.

Se, antes da pandemia, o delivery já estava em alta, a crise acabou, desse jeito, fazendo desse meio de entrega a melhor solução para que as vendas não parassem. E, certamente, no pós-crise, o motoboy vai continuar sendo solicitado para manter uma tendência já consolidada.

As melhores motos para trabalhar

Vamos analisar algumas das principais motos para trabalhar, seja você motorista de aplicativo ou não. Confira abaixo.

Honda CG 160 Cargo

A Honda CG 160 Cargo já é fabricada com bagageiro que aguenta até 20 quilos, assim, é mais fácil instalar baús e fixar caixas. Conforme os modelos, pode existir reforço nas suspensões para suportar o peso das entregas.

Um grande diferencial da CG 160 Cargo é o cavalete central que contribui para que a moto seja estacionada com mais estabilidade para efetuar a amarração da carga.

O motor biocombustível tem um cilindro e oferece, aproximadamente, 15 cavalos de potência máxima. O consumo com gasolina pode ultrapassar 40 quilômetros por litro. Com um tanque cheio é possível rodar, sem necessitar de abastecimento, mais de 600 quilômetros, ou seja, o modelo contribui para a economia de combustível.

As rodas de 18 polegadas são feitas de liga-leve e utilizam pneus sem câmara. O freio a disco está apenas na dianteira, mas o sistema em combinação com o freio a tambor na parte de trás ajuda a parar os 119 quilos da moto com total segurança. O preço médio é de R$ 10.300,00.

Honda Biz 110i

Entre as motos para trabalhar, podemos citar ainda a Honda Biz 110i, um veículo fácil de pilotar: ela não tem manete de embreagem e, para a troca de marcha, o motoboy precisa apenas pisar no pedal de câmbio.

Outra vantagem dessa moto é o espaço abaixo do assento, pelo qual é possível transportar objetos pessoais. Ela dispõe de tomada de 12 volts que serve para carregar o celular e, desse modo, o motoboy não corre o risco de perder outras entregas. O banco oferece muito conforto para o profissional, que passará o dia sobre o veículo.

Existem duas versões da Honda Biz 110i:

  • 125 cilindradas, mais bem equipada, com painel digital e rodas de liga-leve;
  • 110 cilindradas, mais barata e mais simples.

A Honda Biz 110i apresenta valor médio de R$ 8.150,00, mas as rodas são raiadas. Os freios a tambor são comuns nas duas versões. O painel é simples, contando com hodômetro analógico e velocímetro, além de luzes de advertência e marcador de combustível.

A moto pode andar mais de 45 quilômetros por litro. O tanque, no entanto, é pequeno, com somente 5,1 litros. As motonetas (CUBs) estão entre as melhores motos para motoboy.

Honda NXR 160 Bros

Essa é uma opção mais robusta para o motoboy trafegar no asfalto. A Honda NXR 160 Bros é uma das soluções mais comercializadas na categoria “trails urbanas”.

É um veículo que tem suspensões de curso mais longo, pneus de utilização mista e roda aro 19. Tem potencial para fazer entregas por estradinhas de barro. Tem freios a disco na dianteira e na traseira, e conta, ainda, com um sistema combinado.

Em relação à parte mecânica, ela é semelhante à CG 160. O motor de um cilindro também é biocombustível e roda mais de 40 quilômetros por litro.

Além de ser robusta, o banco mais largo e as suspensões asseguram a comodidade de quem conduz a moto. Para pessoas mais baixas, no entanto, os 836 milímetros (83,60 centímetros) de altura do assento podem não ser tão atrativos.

Outra desvantagem é o custo, mais alto quando comparado com o das motos street. Vale lembrar que ela é apropriada até para fazer uma viagem, caso isso se faça necessário. O preço médio é de R$ 12.860,00.

Honda PCX 150

A Honda PCX 150 também é uma das melhores motos para trabalhar. É um modelo scooter clássico. Mas oferece muita sofisticação e elegância. Desse modo, o veículo apresenta um painel muito completo, pelo qual você pode acessar informações, tais como:

  • indicadores de direção;
  • medidor de combustível;
  • velocímetro;
  • relógio digital.

Ela está disponível no mercado em quatro modelos:

  • Honda PCX DLX ABS (cor branco perolizado);
  • Honda PCX CBS (cor cinza metálico e azul-escuro perolizado);
  • Honda PCX ABS (cor cinza metálico);
  • Honda PCX Sport ABS (cor prata metálico).

A Honda PCX 150 tem um sistema de partida elétrica, injeção eletrônica, motor OHC e funciona a gasolina. É um veículo muito econômico e promete 30 quilômetros por litros.

Os modelos PCX são muito tecnológicos e apresentam tomada 12 volts, smart key e idling stop. Esse último recurso trata-se de um sistema inteligente, que deixa a moto mais sustentável economicamente. Ele desliga o motor sempre que o veículo se encontra em marcha lenta por um tempo maior que três segundos.

O preço médio é de R$ 14.410,00. Um pouco mais cara que os modelos anteriores, mas que oferece bom custo-benefício como veículo profissional, sendo uma das melhores opções de motos para trabalhar.

Yamaha Factor 125i

A Yamaha Factor 125i não oferece muitas diferenças quando comparada aos outros modelos. Mas também pode ser considerada uma das melhores motos para trabalhar. É um veículo completo, sendo a motocicleta mais vendida para os profissionais da categoria de delivery.

Vejamos algumas de suas características:

  • motor de 150 cilindradas;
  • tomadas de ar;
  • lanterna bipartida;
  • injeção eletrônica;
  • partida elétrica;
  • sistema de freios UBS;
  • pneus sem câmara de série, mais práticos e seguros;
  • conforto para o condutor e o passageiro;
  • disponível em duas cores: vermelho metálico e preto eclipse;
  • muito econômica (em média, faz 41 quilômetros por litro).

Podemos dizer que se trata da número 1 das motos para motoboy. O valor médio da Yamaha Factor 125i em 2021 é de R$ 8.590,00.

Yamaha NMax 160

Não termina por aí! Nossa lista é grande! Apesar de já termos falado sobre a número 1, há outras motos para trabalhar que valem a pena ser citadas.

A Yamaha NMax 160 pertence à categoria das scooters, ocupando a posição de ser um veículo muito rápido e prático. Destaca-se, entre outras coisas, por ser equipada com freios ABS e pelo sistema de multiválvulas variáveis.

Uma desvantagem é que não conta com a tomada 12 volts para a recarga do smartphone e nem tem pisca alerta. Um dos principais atrativos desse modelo é o motor com cilindros de quatro tempos e quatro válvulas.

Também devemos lembrar do sistema de multiválvulas variáveis combinado com o motor de quatro válvulas — ele assegura um veículo mais econômico e com mais potência.

Essa moto consegue uma relação acima dos 35 quilômetros por litro. No painel, existe um sensor que mostra se a pessoa consome ou economiza energia durante o percurso. Esse sensor se chama “econômetro”. E o preço médio da Yamaha NMax 160 é R$ 14.990,00.

Haojue DK 150 Cbs

Trata-se de um veículo de muito estilo, esportivo e que oferece um grupo de vantagens para o motorista, como conforto e alto desempenho.

Esse modelo está disponível em quatro cores:

  • azul;
  • laranja;
  • preto;
  • vermelho.

O design futurista também é uma característica interessante da Haojue DK 150 Cbs. A condução é mais cômoda, principalmente por causa dos pneus mais largos, que garantem mais estabilidade e conforto.

O motor TSR é de 150 cilindradas. Desse modo, a combustão eficiente oferece excelentes níveis, o que permite utilização otimizada e economia do combustível.

Outra característica relevante é a segurança proporcionada ao motorista. Ela dispõe de trava, chave e alarme contra furtos. São recursos que promovem mais tranquilidade ao condutor — não apenas durante a condução, mas também no processo de guarda (armazenamento) da moto. O valor médio dela, em 2021, é de R$ 10.790,00.

Dafra Horizon 150

A Dafra Horizon 150 também é uma das melhores motos para motoboy. O seu design difere muito dos modelos Honda, Haojue e Yamaha.

Ela dispõe de:

  • sistema de freios FH-CBS;
  • painel híbrido (mostradores de natureza analógica e digital);
  • rodas com liga leve;
  • motor OHC com suspensão telescópica na frente;
  • sistema de partida manual e elétrica (isso contribui para que haja baixo consumo de combustível).

Por causa da disposição do guidão e do design, ela garante que o motorista permaneça em uma posição mais cômoda durante trajetos mais longos, mesmo em viagens. Trata-se, portanto, de um veículo econômico e eficiente para as atividades de entregador.

Para encerrar nossa descrição da Dafra Horizon, vamos dizer que ela pode ser encontrada nas cores vermelha e preta. E, quanto ao preço, você pode comprar a partir de R$ 11.290,00.

Haojue Lindy 125 Cbs

Voltamos à marca Haojue. A Haojue Lindy 125 Cbs também se destaca entre as melhores motos para trabalhar como motoboy. Na garupa, o veículo tem uma caixa, chamada bauleto. Esse é um ótimo acessório para o transporte rápido de alimentos, garantindo mais eficiência.

O motor, é claro, é de 125 cilindradas. Porém, tem a vantagem de ter um consumo de 100 cilindradas. Os faróis, por sua vez, contêm lâmpadas de halogênio e proporcionam uma ótima luminosidade. Por isso, é uma boa solução para o motoboy que faz entregas durante a noite. Logo abaixo do painel há um porta-objetos frontal, no qual o entregador pode colocar pequenos elementos.

Vamos ver outras características do modelo:

  • sistema de freios CBS;
  • pneus sem câmara de ar;
  • partida elétrica;
  • descansos bem projetados para os pés (dobráveis e muito confortáveis)
  • alarme antifurtos, trava e chave de segurança.

E o preço? A Haojue Lindy 125 Cbs tem preço médio de R$ 10.220,00.

Divisão por preços

Sabe-se que o preço não deve ser o único critério que você deve considerar na hora de escolher seu veículo de trabalho. Mais importante que isso é o custo-benefício, ou seja, a relação entre o valor financeiro e as qualidades da moto — economia de combustível, potência, recursos extras, praticidade, tecnologia e assim por diante.

Mas, para facilitar sua consulta em relação aos valores médios, vamos elencar agora as melhores motos para trabalhar em ordem crescente de preços. Procuramos simplificar essa lista para que você não tenha nenhuma dificuldade em encontrar o modelo ideal. Veja:

  1. Honda Biz 110i: R$ 8.150,00;
  2. Yamaha Factor 125i: R$ 8.590,00;
  3. Haojue Lindy 125 Cbs: R$ 10.220,00;
  4. Honda CG 160 Cargo: R$ 10.300,00;
  5. Haojue DK 150 Cbs: R$ 10.790,00;
  6. Dafra Horizon 150: R$ 11.290,00;
  7. Honda NXR 160 Bros: R$ 12.860,00;
  8. Honda PCX 150: R$ 14.410,00;
  9. Yamaha NMax 160: R$ 14.990,00.

Estão aí nove dicas de motos para motoboy, com vantagens e desvantagens. Avalie qual delas se encaixa melhor no seu perfil e nas suas necessidades. Assim, você conseguirá fazer a melhor escolha.

Nessa época em que a pandemia ainda interfere na economia (embora estejamos caminhando para a normalização, felizmente), você pode aproveitar boas oportunidades com o sistema delivery, entregando diferentes tipos de produtos em domicílio.

Gostou de conhecer a nossa lista? Então, saiba que tão importante quanto ter um veículo apropriado para seu trabalho é andar dentro da lei. Lembre-se de que as irregularidades geram multas e podem atrapalhar suas atividades.

Imagine perder pontos na carteira ou ter o veículo retido? Nada bom, não é? Por isso, ficar a par da legislação atual é da máxima relevância para o motorista.

Aproveite a visita em nosso blog e atualize-se sobre as novas regras sobre a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Estar por dentro das principais mudanças faz toda a diferença para todos os profissionais que passam muito tempo no trânsito.

 
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo