Resolva seu IPVA atrasado
em poucos cliques

O super App do Gringo te avisa o dia de pagar e você escolhe o melhor jeito: Pix, boleto ou em até 12x no cartão.

Insira o número com o DDD sem o zero

Transferência de veículo em SP: entenda como o processo funciona no estado

Fala, motorista! Tudo joia? Se você está pensando em comprar ou vender um veículo, é preciso entender todas as etapas do processo de transferência. Elas podem mudar de um estado para outro, por isso, o Gringo preparou tudo que você precisa saber sobre a transferência de veículo em SP.

IPVA, multas, licenciamento?

Insira o número com o DDD sem o zero
transferencia de veiculo sp - imagem de pessoa analisando carro

Fala, motorista! Tudo joia? Se você está pensando em comprar ou vender um veículo, é preciso entender todas as etapas do processo de transferência. Elas podem mudar de um estado para outro, por isso, o Gringo preparou tudo que você precisa saber sobre a transferência de veículo em SP

Logo abaixo, você confere as dicas necessárias para pedir a transferência de um automóvel em SP, assim como os cuidados, os documentos que a atividade exige, as taxas que precisam ser pagas e os valores de cada uma. Saiba mais!

Quais são os documentos necessários?

Antes de entender como o processo de transferência funciona, é preciso saber quais são os documentos para transferência de veículo em SP. Veja alguns que você precisa ter em mãos: 

  1. original e cópia da CNH ou de outro documento de identificação;
  2. Certificado de Registro do Veículo (CRV), também chamado DUT;
  3. cópias dos comprovantes de residência dos últimos três meses do novo dono ou de um parente em primeiro grau;
  4. duas cópias do formulário RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotores);
  5. original e cópia do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), junto de comprovante de pagamento de multas, licenciamento e IPVA;
  6. comprovante de que não há débito associados ao RENAVAM;
  7. número de chassi do veículo decalcado, com duas cópias tiradas em etiquetas que ficam atrás do formulário do RENAVAM.  

Passo a passo para pedir a transferência em SP

Assim como em outros estados, o prazo para transferência de veículo em SP é de 30 dias corridos. Caso o processo não seja feito, o condutor pode ser autuado por uma infração média. Nesse caso, ele precisa desembolsar R$ 130,16 e recebe 4 pontos na CNH.

Se você quer saber o passo a passo da transferência de veículo em SP para evitar problemas, está no lugar certo. A seguir, confira seis ações que devem ser feitas durante o procedimento.

1 – Documentos em dia

O primeiro passo para começar o processo de transferência é verificar se todos os débitos do automóvel estão pagos. Isso inclui licenciamento, IPVA, multas entre outros tributos. Os valores podem ser quitados tanto pelo vendedor quanto pelo comprador, desde que isso tenha sido previamente acordado.

2 – Taxa de cartório

Depois, é preciso procurar o cartório com as melhores taxas. Por lá, o vendedor e o comprador devem preencher, assinar e autenticar o Certificado de Registro do Veículo (CRV). Caso seja necessário abrir firma, lembre-se de levar o documento original com foto e o CPF. 

A data que consta no documento é muito importante porque os 30 dias para finalizar a transferência são contados a partir dela. No caso da transferência de veículo em SP, o próprio cartório do estado já faz a comunicação de venda ao Detran de forma automática. 

 transferencia de veiculo sp - imagem de pessoa dirigindo

3 – Taxas de transferência

Agora, chegou o momento de pagar as taxas de transferência do automóvel. É importante que o vendedor e o comprador verifiquem o preço do tributo do veículo, uma vez que ele pode mudar de acordo com a potência. 

4 – Agendamento da vistoria

Por fim, é preciso agendar uma vistoria veicular para emitir a nova documentação. Caso haja mudança de município ou estado, ainda é preciso providenciar uma placa nova.  

5 – Vistoria

Chegou o momento da vistoria. Essa é a hora em que o seu veículo é avaliado pelo Detran para certificar se ele está ou não apto para ser transferido. Para isso, são avaliados: motor, chassi, CRV/CRLV, painel, vidros, sistema de iluminação, suspensão, pneus, longarinas, entre outros.  

6 – Solicitação da transferência em SP

O pedido de transferência de veículo em SP é on-line, pelo site do Detran do estado. Se o condutor preferir, também pode solicitar de forma presencial. No entanto, nesse caso, o automóvel deve estar registrado no município.

Quais são as taxas de transferência de SP? 

Para preparar o bolso, é importante se atentar às taxas que devem ser pagas. De acordo com o Detran de SP, se o motorista não tiver licenciado o veículo, é preciso pagar R$ 391,03. Já se o licenciamento tiver sido pago, o valor é um pouco menor: R$ 246,17.

Além do valor da transferência do veículo em SP, é preciso arcar com o reconhecimento de firma, vistoria e emplacamento. Esses custos podem mudar dependendo do local escolhido. A dica é pesquisar e desconfiar de valores muito abaixo do mercado.   

Super App do Gringo: resolva os débitos do veículo antes da transferência 

Viu só como a transferência de veículo em SP funciona? Na hora de deixar todos os débitos em dia para o procedimento, conte a ajuda do Super App do Gringo! Nele, você consegue consultar e pagar IPVA, licenciamento, multa e muitos mais em poucos cliques. 

 
Muito bom, paguei meu IPVA no PIX, foi muito fácil. Bem melhor que ir em lotérica!

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo

É Simples Pagar o IPVA Atrasado
no Super App do Gringo.
É Simples Pagar o IPVA Atrasado no Super App do Gringo