Pesquisar
Close this search box.

Bateram no meu carro, o que eu faço?

Batida de carro é algo bem comum no Brasil. Mesmo que você esteja parado, ou em baixa velocidade, ainda pode sofrer uma colisão causada pelo condutor de outro veículo. Aqui, vou te explicar tudo o que você precisa saber para encarar a situação. Vamos lá?

Consulte aqui

Resolva os débitos do veículo de forma simples e rápida
Vamos enviar um código de confirmação no seu telefone para continuarmos. A confirmação do telefone é para garantir a segurança dos seus dados.

Consulte aqui os débitos do seu veículo

bateram no meu carro

Nessa hora são tantas coisas para se pensar e, com o susto, fica difícil de raciocinar direito para resolver essa situação, não é mesmo?

Por isso, antes de se questionar pelos cantos “bateram no meu carro, o que eu faço?”, é muito importante poder contar com o seu melhor amigo para te dar dicas de como agir após um acidente de trânsito.

Que bom que o Gringo, o melhor amigo do motorista, está aqui para tirar todas as suas dúvidas.

Quer descobrir se deve acionar a polícia sempre? E como evitar os prejuízos? Ou quer aprender algumas práticas para lidar com o motorista causador da colisão?

Ou ainda, tem interesse em saber mais sobre direção defensiva e como ela pode ajudar a evitar acidentes?

E que tal conhecer algumas técnicas de primeiros socorros, caso precise ajudar alguém na hora?

Continue lendo!

No final desse artigo você vai se sentir preparado para agir corretamente caso alguém bata no seu carro.

Passo a passo: o que fazer após uma batida de carro

Com certeza você conhece alguém ou você mesmo já passou por uma situação em que um veículo bateu no carro onde estava. 

Se esse assunto chamou sua atenção, pode se tranquilizar porque o Gringo, o melhor amigo do motorista, vai te ajudar a lidar com essa situação da melhor maneira possível.

Sem dúvidas é uma situação apavorante, principalmente ao pensar na sua segurança e a dos demais passageiros no momento da colisão.

Pode ser que esteja parado em um semáforo, trafegando em velocidade moderada e, de repente, um veículo colide com o seu. 

Seja por um desvio de algo na pista, uma troca de faixa mal calculada, uma frenagem mal sucedida, um problema mecânico ou mesmo desvio de atenção: são muitas as razões que podem ocasionar acidentes entre veículos.

Mas e aí, bateram no meu carro, o que devo fazer, Gringo? 

  • Chamar a polícia? 
  • E o meu veículo? 
  • Quem vai arcar com o prejuízo? 
  • Como cobrar o pagamento do motorista que colidiu com meu veículo? 
  • Devo acionar meu seguro ou o de quem provocou a batida?

Viu quantas perguntas podem surgir nessa hora? 

É bem difícil pensar em todas as respostas com as emoções da situação.

Por isso que estou aqui para te ajudar a responder essas e outras perguntas para que, caso passou ou venha a passar por uma colisão.

Bateram no meu carro, o que fazer com o veículo?

Assim que ocorre uma colisão entre dois ou mais veículos é muito importante que todos os envolvidos parem e desçam do carro. 

Além de verificar se não houve vítimas que precisam de socorro é importante manter o veículo fora da pista, em local seguro, a fim de evitar novos acidentes.

Com o carro em funcionamento

Caso o veículo esteja em funcionamento é preciso que o retire do meio da via, pois além do transtorno já ocasionado pelo acidente, pode provocar novos.

Além disso, você pode até mesmo tomar uma multa, como prevê o artigo 178 do Código de Trânsito Brasileito (CTB), que define a segurança e fluidez da via como prioridade.

Não cumprir essa regra acarreta em uma infração média com multa no valor de R$ 130,16, além de 4 pontos registrados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

Então, se puder retirar o veículo do local do acidente e colocá-lo em segurança, evitará mais uma dor de cabeça.

Com o carro não funcionando

Em caso de pane mecânica ou elétrica, ou outro estado em que o veículo fique impossibilitado de se movimentar, devem ser acionados serviços de guinchos para retirar o veículo da via e direcioná-lo para locais onde não ofereçam riscos de acidentes.

Além do guincho do seguro de seu veículo, você pode acionar os serviços de trânsito da prefeitura, se estiver em perímetro urbano, ou rodoviário.

Enquanto o serviço de guincho não chega é preciso sinalizar devidamente e imediatamente o acidente posicionando o triângulo, que é um equipamento de segurança obrigatório.

Ele deve estar a pelo menos 30 metros do acidente, sempre na frente do carro, no sentido de quem vem em direção a ele.

Recomenda-se também manter o pisca-alerta ligado para avisar os demais motoristas.

Caso não atenda a essas recomendações, conforme previsto no artigo 225 do CTB, o motorista estará cometendo infração grave com multa de R$ 195,23 e 5 pontos na carteira.

Se houver vítimas, como proceder?

Caso haja pessoas feridas é necessário acionar serviços de emergência, de acordo com a necessidade. Listamos abaixo os telefones dos principais serviços de emergência em perímetro urbano e rodoviário:

  • Polícia Militar (ligue 190)
  • Polícia Rodoviária Federal (ligue 191)
  • SAMU (ligue 192)
  • Bombeiros (ligue 193)

Em acidentes com vítimas é importante preservar o local do acidente e não movimentar as pessoas feridas. 

Qualquer atendimento inadequado pode gerar sequelas severas. 

Algumas dicas de primeiros-socorros para proceder em acidentes com vítimas:

  • Primeiramente: mantenha a calma
  • Não movimente nenhum dos veículos envolvidos
  • Durante a ligação ao serviço de emergência ou ao desligar, siga as orientações da regulação médica
  • Se a vítima estiver consciente, procure tranquilizá-la

Como devo proceder em relação ao motorista que colidiu com meu veículo?

Antes de tudo é importante registrar as informações do veículo, tirar fotos da placa, anotar cor e modelo do veículo. 

Pois, em alguns casos, pode ocorrer do motorista que colidiu não parar ou se recusar a passar informações, ou até mesmo passar informações erradas.

Feito isso é recomendável uma abordagem amigável, buscando a melhor solução para ambos. 

Devo acionar qual seguro?

Caso o motorista que bateu no seu carro tenha seguro, poderá acionar o mesmo para pagar os reparos de seu veículo. 

No caso dele não ter, você poderá solicitar que o mesmo pague o valor da franquia da sua apólice do seu seguro e assim amenizar o prejuízo com os reparos.

Solicite ao motorista seus contatos e também os dados da CNH, sendo que o mesmo não é obrigado a fornecer.

Em alguns casos, se for necessário acionar sua franquia de seguros, as seguradoras, após localizarem o motorista que bateu no seu carro, conseguem com ele o reembolso das despesas com o sinistro.

Nesse caso, pode ocorrer o estorno desse valor e, dessa forma, você não fica no prejuízo. 

Para saber se a sua seguradora possui esse serviço, consulte seu corretor.

O que fazer caso o outro motorista não queira colaborar?

 É importante também que tire fotos dos dois veículos, caso necessite entrar na justiça para cobrança do pagamento dos prejuízos ou enviar informações para a seguradora.

Se o motorista que causou o acidente decidir fugir é importante que tenha anotado ou fotografado a placa do veículo.

Caso não consiga registrar a placa do veículo, as chances de localizá-lo diminuem consideravelmente.

Tendo câmeras na via que podem ajudar a identificar o veículo, você pode solicitar as imagens ao órgão de trânsito responsável para compor um processo judicial.

Essa informação é imprescindível para registro do boletim de ocorrência e também para informar à sua seguradora para que a mesma localize o carro e o proprietário.

Caso haja testemunhas no local do acidente, você pode consultá-las e verificar se dariam depoimento a seu favor em caso de um processo judicial.

Devo registrar boletim de ocorrência?

O boletim de ocorrência é um registro oficial dos fatos.

Nele você poderá descrever com detalhes o que aconteceu, informar os dados dos motoristas envolvidos, dos veículos, do local e das testemunhas, se houver.

Não é necessário se dirigir a uma delegacia para registrar um boletim de ocorrência por acidente. 

Você pode realizar diretamente no site da polícia civil, em caso de acidentes sem vítimas, e no portal da polícia militar, em caso de acidentes em rodovias.

O motorista causador do acidente também não é obrigado a  comparecer no registro do boletim de ocorrência do acidente, por isso é muito importante conseguir o máximo de informações sobre ele e o veículo.

Apesar de não obrigatório, o boletim de ocorrência poderá ser solicitado pela operadora de seguros ou dar início ao processo de reparação por meios judiciais.

Preciso chamar a polícia militar no local do acidente?

Se não houver vítimas, a polícia militar não comparecerá ao local do acidente, exceto nas seguintes situações:

  • Um dos motoristas esteja embriagado
  • Ocorreu agressão física entre as partes
  • Ocorreu danos ao patrimônio público

Nas seguintes situações o policial irá realizar o boletim de ocorrência no ato e irá registrar todas as informações necessárias. 

Ele poderá solicitar a CNH e CRLV dos veículos para registrar as informações no documento.

Em boa parte das situações acaba não sendo necessária a presença de um agente de segurança no local do acidente, podendo ser resolvido amigavelmente entre os motoristas e, como informamos acima, o BO pode ser feito de forma digital.

Dica extra: direção defensiva – dirija por você e pelos outros!

A maioria dos acidentes são ocasionados por falha humana. 

Mesmo sem vítimas, os transtornos e prejuízos gerados podem ser enormes.

Por isso é sempre importante relembrarmos algumas dicas da direção defensiva que ajudam a evitar colisões entre veículos e outros acidentes.

  • Ande em velocidade compatível com a pista e com as condições de clima e iluminação.
  • Não use o celular ao dirigir ou qualquer outro item que possa tirar sua atenção ao dirigir.
  • Mantenha uma distância segura de outros veículos, principalmente em situações com maiores riscos de acidentes como curvas, vias de alta velocidade e em condições adversas. 
  • Use os retrovisores com frequência para saber tudo o que está acontecendo ao seu redor.
  • Ultrapasse somente em locais permitidos nas condições e velocidade adequadas. E lembre-se: só é permitido ultrapassar pela esquerda.

Prontinho, agora você já sabe tudo o que precisa fazer caso batam no seu carro. 

E, se precisar de ajuda com outros assuntos relacionados ao seu veículo ou à sua documentação, #ChamaOGringo.

 
Muito bom, paguei meu IPVA no PIX, foi muito fácil. Bem melhor que ir em lotérica!

Fórum de discussão

Respostas de 87

  1. gente como faco pra o cara concerta meu carro pq ele estava embriagado e nao quiz me da o contato dele

    1. Opa Flávio, tudo joia?
      Nesse caso, será necessário abrir um boletim de ocorrência (online ou presencial) e inserir todas as informações que você possui. Tudo bem?
      Sempre que precisar #chamaOGringo🚗💙

      1. boa noite bateram na traseiro do meu gol parei na faixa de pedestre veio motorista bateu vai ter que trocar porta do porta malas e para choque ele me disse que tinha seguro só que mentiu faz duas semanas e nada como faço para entrar nas pequenas causas pois preciso do carto

        1. Olá, Donizetti! Tudo bem?!
          Poxa, amigo. Que chato essa situação. 😕
          Primeiro, reúna todas as evidências do acidente, incluindo fotos, informações de contato do motorista e quaisquer comunicações que mencionem o seguro.
          Tente entrar em contato novamente com o motorista e peça uma solução para o problema, explicando que está disposto a resolver de forma amigável.
          Caso todas as tentativas amigáveis falhem, buscar aconselhamento jurídico pode ser uma opção viável. Um advogado especializado em acidentes de trânsito pode ajudá-lo a entender suas opções legais e tomar medidas adequadas. Isso pode incluir entrar com uma ação judicial contra o motorista para recuperar os custos de reparo do seu veículo.
          Além disso, se o motorista estiver agindo de má fé, registrar um boletim de ocorrência pode ser útil para documentar o incidente e fornecer uma base legal para futuras ações.
          Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  2. Opa gringo, meu caso foi o seguinte, parei no sinal e o rapaz mexendo no celular acabou batendo na minha traseira, o mesmo disse que ia arcar com o prejuizo, me deu documento do carro dele, cnh e o seu numero de telefone, mas depois do acidente ficou me enrolando, e acabou sumindo, oque eu posso fazer agora?

    1. Fala Rafa, tudo joia?
      Sinto muito pelo ocorrido e espero que esteja tudo bem! 🙏
      Você precisa abrir um b.o. e colocar todas as informações que você tem desse rapaz. Após o registro, as autoridades poderão averiguar o ocorrido. Lembrando que para acionar o seguro é necessário esse boletim, ok? Qualquer dúvida, é só entrar em contato com o Fale Conosco da Delegacia virtual/eletrônica do seu Estado.
      #ChamaOGringo🚗💙 sempre que precisar!

      1. bom dia. Eu bati no caminhão da coca cola que me fechou em curva de não dupla. só que ainda não fiz o Brat com medo pois estou com a minha CNH em provisória ainda. Vc sabe se eu abrir o Brat corri risco de perder a minha CNH? obs: não ouve vítima!. e a mesma que me fechou falou que abriu o Brat e acionou a seguradora da empresa

        1. Olá, Angela! Tudo bem?!
          Se você se envolveu em um acidente de trânsito e não houve vítimas, mas ainda não registrou o Boletim de Ocorrência do Acidente de Trânsito (BRAT), é importante considerar alguns pontos:
          1. Em muitos casos, é obrigatório registrar o BRAT em acidentes de trânsito, especialmente se houver danos materiais. Não registrar o BRAT pode resultar em problemas legais e dificultar a resolução de questões relacionadas ao acidente, como a cobertura do seguro.
          2. Registrar um BRAT não é, por si só, uma razão para perder a CNH provisória. No entanto, se você foi considerada culpada pelo acidente e acumulou pontos em sua habilitação provisória, isso pode afetar sua situação.
          3. Se a outra parte envolvida no acidente já registrou o BRAT e acionou a seguradora, pode ser que a seguradora entre em contato com você para obter informações sobre o ocorrido.
          Se você tem dúvidas ou preocupações sobre as implicações legais de registrar o BRAT enquanto está com a CNH provisória, é aconselhável consultar um advogado especializado em direito de trânsito. Eles poderão oferecer orientações específicas para sua situação e ajudá-la a entender seus direitos e responsabilidades.
          Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  3. Olá Gringo, tudo bem?
    Ano passado dia 11/04/2022 uma moça bateu no meu carro e falou para não fazer o B.O que ela ia pagar tudo certinho (que era pastora) que não precisava preocupar. Meu namorado acredito porém até hoje dia 24/04/2023 eles falam que não tem dinheiro e fica adiando o pagamento. O que ainda pode ser feito ?

    1. Boa tarde! Tudo bem Victoria?

      Amiga! Sabemos que este tipo de situação é delicada e o melhor e resolver de forma amigável. Caso não consiga o ideal é reunir o máximo de provas possíveis do ocorrido, placa do veículo que causou a batida. Em seguida procurar uma advogado especializado em leis de transito para te auxiliar neste processo. Belezinha?

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  4. Bateram no meu carro , o cara abriu boletim pra ele , pegou os dados do meu carro pois trabalha em proteção veicular , só tenho o telefone dele e disse que vai encaminhar para a empresa … esta certo o procedimento? pois creio que irá demorar tudo isso

    1. Olá, Denis. Tudo bem?

      O procedimento está correto mas você também pode abrir um Boletim e seguir as dicas que demos no texto para garantir sua segurança, ok?

      Abraços,
      Gringo.

  5. Boa tarde Gringo, Sexta Feira dia 07/07/2023, por volta das 06:50 horas da manhã ao passar em um cruzamento com semáforos parei e aguardei abrir para mim, ao seguir um veículo avançou o sinal vermelho e atingiu a porta dianteira esquerda principalmente, acredito que o valor do concerto vai ser muito superior à franquia, possuo o B.O as fotografias da placa do veículo e foto da cnh do causador do acidente, estou em dúvida o que fazer? Moro em Salto, SP Muitíssimo obrigado.

    1. Boa tarde! Tudo bem Manoel? Amigo, sinto muito pelo que aconteceu! Como você possui B.O e fotos de registro do que aconteceu o ideal é procurar um advogado especializado em leis de transito e entender quais medidas tomar. Belezinha? Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  6. Boa tarde, deixei meu carro estacionado ao lado de fora do meu condomínio. Quando voltei para o carro, o retrovisor do lado do motorista, o vidro e uma parte do carro estavam quebrados e amassados. Quais medidas tomar?

    1. Boa tarde! Tudo bem Leticia? Amiga, sinto muito pelo ocorrido! Caso você tenha um seguro que cubra esta situação o ideal é acionado ou então uma assistência caso tenha contrato de abertura para sinistro. Caso contrário aconselho procurar um advogado especializado em leis de transito para entender quais são as suas opções. Belezinha?

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  7. Olá!meu esposo estava saindo de uma rua, quando vinha um carro na principal correndo muito e bem no canto e bateu no nosso carro arrancando a placa e a grade ,e o outro carro amassou um pouquinho, o homem alega que meu esposo quem estava errado e o concerto dele fica por 450 reais.sendo que não achei justo mas meu esposo ficou nervoso e disse que iria pagar,você pode me ajudar a saber quem seria o errado?

    1. Boa tarde! Tudo bem Viviane? Sinto muito pelo ocorrido! Espero que todos estejam bem. Amiga, situações de transito são complicadas pois inúmeros fatores podem interferir no momento de julgar um acidente, o melhor agora seria procurar um advogado especializado em leis de transito apresentando o máximo de provas possíveis e entender quais medidas podem ser tomadas.

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  8. Boa noite gringo. Hoje infelizmente me envolvi em um acidente. Estava na via de onde trabalho e ia entrar em uma garagem, já estava sinalizando com a seta para esquerda e eu estava na mão esquerda, quando repentinamente veio um motoqueiro e bateu na lateral do carro, ele se machucou, chamei o samu, acompanhei o resgate e fiquei um tempo no hospital, graças a Deus nao foi grave, apenas lesões e luxação. Minha dúvida é, como ouve vítima na hora não chamei a policia, ainda posso fazer o boletim? Obrigado

    1. Boa tarde! Tudo bem William? Sinto muito pelo ocorrido, espero que todos estejam bem. O condutor precisa inserir um relato do ocorrido e preencher as informações solicitadas, como nomes das partes, Renavam, endereços, placas dos veículos, telefones, e-mails. O registro pode ser feito em até 30 dias após o ocorrido. Belezinha?

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  9. 1 SENHORA DE 90 ANOS BATEU NO MEU CARRO , ME PASSOU TODOS OS DADOS DELA POREM POR TELEFONE PEDIU PARA O FILHO RESOLVER , O FILHO JA QUIS IR PARA OUTRO LADO DA AMEAÇA E DISSE QUE NÃO TEM SEGURO E QUE NÃO VAI ME PAGAR , O QUE FAZER?

    1. Boa tarde! Tudo bem Marcio? Sabemos que acidentes de transito é uma coisa delicada, sempre indico resolver de forma amigável! Caso não consiga é imprescindível ter um B.O pois é um registro oficial dos fatos. Caso tenha fotos, evidências de tudo que aconteceu incluindo a tentativa amigável e procurar um advogado especializado em leis de transito para entender quais medidas podem ser tomadas judicialmente.

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  10. Bateram no meu carro e o cara quis resolver de forma amigável. Ele não tem seguro, mas eu sim. Ele pareceu gente fina, tanto que fez uns corres e me deu o dinheiro da franquia no mesmo dia. Mas ao acionar meu seguro exigiram B.O, o qual eu fiz, mas não citei nenhum dado do motorista ou veículo envolvido além do meu, por não querer prejudicar alguém que já arcou com o custo que eu teria. Mas a seguradora solicitou quaisquer informações que eu tivesse do motorista. Minhas perguntas são: A seguradora cobra algo dele além do valor da minha franquia, com qual ele arcou? Vou prejudicar ele passando essas informações que eles solicitaram, considerando que ele foi bacana comigo e arcou com o custo que eu teria? Omitindo essas informações da seguradora, posso vir a me prejudicar por querer preservar ele de maiores problemas?

    1. Olá, Jenifer! Tudo bem?!
      Isso vai depender muito da apólice contratada, amiga. Nesse caso será necessário contatar a empresa que fornece o seu seguro para saber certinho sobre essas questões.
      Que tal me chamar no Whats número: 1910844653? Tenho uma equipe super preparada que poderá esclarecer todas as suas dúvidas.
      Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo🚗💙

  11. estava trafegando em uma avenida, eu iria entrar na igreja do meu lado direito no sentido da via, porém como eu iria entrar a direita eu já estava sinalizando com a Seta direita ligado à 300 metros antes, quando fui entrar no estacionamento da igreja a direita vem um motoqueiro da mottul e bate do lado direito do meu carro, na verdade mesmo eu com a velocidade 30 km mesmo eu sinalizando com a Seta direita ligado, ele veio para ultrapassar pela direita.

    fiz o b.o, tirei foto da placa da moto da mottul, o piloto da moto falou deixa eu arrumar essa moto direito ligo a moto e foi embora.

    entrei em contato com a mottul, encaminhei o b.o para mottul, placa da moto, aí a mottul pediu para que enviasse 3 orçamento das peças avariada e 3 orçamento das oficinas da mão de obra.

    pedindo também a mottul prazo de 10 dias depois que enviei os orçamentos, o prazo dos 10 dias pedido pela mottul já esgotou aí a mottul pediu meus dados bancários só que eu mando email a mottul responde os meus e-mails mais sem solução e só prolongando vou resolver essa semana, vou manda para o financeiro, só email sem solução e nisso meu carro está batido.

    o que devo fazer???

    1. Olá, Jefferson! Tudo bem?!
      Nossa, amigo. Lamento que esteja passando por isso! 😔
      A primeira coisa que você precisa fazer é registrar todas as comunicações que fez com a empresa, onde precisa fazer uma reclamação por escrito para possuir provas palpáveis, além de documentar os danos sofridos no seu veiculo.
      Após isso, entre em contato com uma agência reguladora de seguros, assim você poderá obter instruções de como seguir no seu caso.
      Se não resolver, sugiro que entre em contato com um advogado especializado na área para obter orientação de como proceder na sua situação.
      Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo🚗💙

  12. Oi estava na via e um veículo atrás do meu, eu ia virar pra esquerda e dei seta. O carro atrás. E veio um terceiro que bateu nesse carro e esse veículo bateu na minha traseira. Três veículos envolvidos. O segundo veículo não manteve distância mínima do meu . Agora o que fazer ? O segundo veículo tem seguro

    1. Olá, Adriana! Tudo bem?
      Poxa, amiga. Lamento pela situação!😞
      Em um acidente envolvendo vários veículos, é importante seguir alguns passos para lidar com a situação:
      1. Entre em contato com a seguradora do segundo veículo envolvido (o que tem seguro) e relate o acidente. Eles podem iniciar o processo de reivindicação e avaliar a responsabilidade pelo acidente.
      2. A seguradora do segundo veículo pode processar a reivindicação para cobrir os danos aos veículos. Se você não for considerado culpado pelo acidente, a seguradora do terceiro veículo (o que causou a colisão em cascata) deve ser responsável pelos danos.
      3. Se houver disputas sobre responsabilidade ou se você acredita que não é culpado pelo acidente, é aconselhável considerar a consulta de um advogado especializado em acidentes de trânsito para orientação adicional.
      Mesmo que você não tenha seguro, ainda tem direitos e pode buscar reparação pelos danos causados no acidente, especialmente se você não for considerada culpada. A seguradora do segundo veículo deve desempenhar um papel importante no processo de reivindicação e reparação.
      Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo🚗💙

      1. Então, eu estava parada e o segundo veículo também já parado. O terceiro é que veio em velocidade e bateu na traseira desse carro e logo o segundo bateu na minha traseira .

      2. Bom dia, me envolvi em um acidente entre carro (o meu) e uma moto (terceiro), fui virar a esquina e havia um caminhão estacionado e eu não vi a moto, bati e a moça caiu, chamei os Bombeiros, a moça da moto está tirando carteira (nao tem habilitação) e pediu p não chamar a polícia, prestei socorro (ela não se machucou), acionei meu seguro, agora ela falou q o capacetece e o celular dela estragaram no acidente e quer que eu arrume, mas ela tbm estava errada por dirigir sem carteira, como devo proceder, devo fazer BO online? se eu fizer o BO, ela pode levar multa ou afetar no processo de carteira de habilitação dela? Se o meu seguro não pagar a moto por ela não ter carteira sou obrigada a pagar os danos sozinha?

        1. Olá, Claudia! Tudo bem?!
          Fazer o boletim de ocorrência é importante para documentar o incidente, e pode ajudar com relação ao seguro, pois ajuda a determinar a responsabilidade de cada um.
          Infelizmente um incidente de transito pode afetar sim o processo de habilitação dela, onde se ela for considerada como responsável ou tiver cometido uma infração grave, pode levar ao atraso no processo de habilitação ou penalidades.
          A maioria das seguradoras exigem que o condutor seja habilitado, então se for determinado que a pessoa não autorizada estava conduzindo o veiculo, a seguradora pode se recusar a cobrir os danos.
          A responsabilidade dos danos dependerá de quem é considerado como responsável pelo acidente, mas também pode ser negociado junto a seguradora.
          Sugiro que verifique certinho a sua apólice para entender melhor sua cobertura, além de conversar com um advogado para saber quais são suas opções.
          Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo🚗💙

  13. Uma mulher bateu no meu carro, acionou o seguro dela e vai ser consertado o dando causado, entretanto o conserto vai levar 10 dias e a seguradora dela não oferece carro reserva. Eu uso muito o carro, e ficar todo esse tempo sem vai me dar um prejuízo e gastos que eu não teria se ela não tivesse causado o acidente. Eu tenho como exigir dela um aluguel de carro ou algo do tipo?

    1. Olá, Daniela! Tudo bem?!
      Em casos de acidentes de trânsito, a responsabilidade pelo fornecimento de um carro reserva (ou pagamento de um aluguel de carro) pode depender das circunstâncias e das leis locais. Geralmente, quando alguém é considerado culpado por um acidente e tem um seguro que cobre os danos, o seguro da parte culpada normalmente cobre os reparos no veículo da parte prejudicada. No entanto, a cobertura de carro reserva pode variar de acordo com a apólice de seguro.
      Aqui estão algumas considerações importantes:
      Verifique sua própria apólice de seguro para ver se você tem cobertura para carro reserva em situações de colisão. Alguns seguros oferecem essa cobertura como um opcional e outros não a incluem automaticamente.
      A seguradora da mulher que bateu no seu carro geralmente é responsável por cobrir os danos no seu veículo. No entanto, a cobertura de carro reserva pode variar entre seguradoras. Você pode entrar em contato com a seguradora dela e perguntar sobre a possibilidade de um carro reserva. Eles podem oferecer essa opção, mas não são obrigados a fazê-lo, a menos que esteja previsto em sua apólice.
      Em algumas situações, é possível negociar diretamente com a parte culpada para que ela forneça um carro reserva ou pague pelo aluguel de um veículo durante o período de reparo do seu carro. Essa negociação é uma questão civil entre as partes envolvidas.
      Se a parte culpada não estiver disposta a fornecer um carro reserva e você não possui cobertura de carro reserva no seu próprio seguro, você pode considerar usar o seu seguro para aluguel de carro, se você tiver essa cobertura.
      Lembre-se de que as leis e regulamentos podem variar de acordo com a sua localização e as circunstâncias específicas do acidente. Portanto, é importante consultar um advogado ou profissional especializado em seguros para obter orientações específicas sobre o seu caso e os recursos disponíveis para você. Também é importante documentar todos os custos relacionados ao acidente e à falta do seu carro para que você possa buscar uma compensação apropriada, se aplicável.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  14. boa noite. bati em um carro estacionado. não tinha ninguém no carro no momento. esperei os donos do carro 2h30 min e não apareceriam. deixei meu contato no retrovisor. o acidente aconteceu 14:00h da tarde, eles entraram em contato era 21:00 da noite. disseram que eles não tem seguro. e eu também não tenho. o orçamento mais barato deu R$ 9.615. eles disseram que poderiam parcelar em no máximo 12×, porém o valor das prestações ficariam muito além do que podemos pagar. disseram que vão me acionar na justiça. minha dúvida é: eles podem exigir um valor maior que R$ 9.615 se eles mandarem o carro em outra oficina da confiança deles ?

    1. Olá, Melissa! Tudo bem?!
      Em um acidente de trânsito em que você foi o responsável por danos a um veículo estacionado e os proprietários do veículo não possuem seguro, você pode ser responsável por cobrir os custos dos danos causados ao veículo.
      O valor de R$ 9.615 foi o orçamento inicialmente estimado para os reparos. No entanto, é importante observar que, em algumas situações, os custos reais de reparo podem ser maiores do que o orçamento inicialmente estimado, especialmente se forem encontrados danos adicionais durante o reparo do veículo. Se os proprietários do carro optarem por mandar o veículo para outra oficina de sua confiança e essa oficina determinar que os danos são mais extensos do que o orçamento original, eles podem buscar uma compensação adequada na Justiça.
      Caso os proprietários do veículo decidam entrar com uma ação na justiça para buscar uma compensação maior, é importante consultar um advogado para entender suas opções legais e como proceder. O resultado de um processo judicial dependerá das leis e regulamentos locais, bem como das circunstâncias específicas do caso. Portanto, é aconselhável obter aconselhamento legal para lidar com essa situação.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  15. ola gringo pois entao estava em uma subida e meu carro morreu e voltou para atras colidindo em um veiculo q esta atras o que faco?

    1. Olá, Evelin! Tudo bem?!
      Em uma situação em que o seu carro morreu enquanto estava subindo uma ladeira e colidiu com um veículo que estava atrás de você, é importante seguir os procedimentos adequados para lidar com o acidente e resolver a situação.
      Aqui estão os passos que você deve considerar:
      1. Entre em contato com a polícia ou o órgão de trânsito local para relatar o acidente, independentemente da gravidade dos danos. Eles podem enviar um oficial para documentar o acidente e fornecer orientações adicionais.
      2. Troque informações com o condutor do veículo que estava atrás de você, incluindo nome, endereço, número de telefone, informações da apólice de seguro e número da placa do veículo. É importante documentar todos os detalhes relevantes.
      3. Se possível, tire fotos dos danos aos veículos e do local do acidente. Isso pode ser útil para documentar o que aconteceu.
      4. Entre em contato com a sua seguradora e relate o acidente. Forneça todos os detalhes necessários e siga as instruções da seguradora para abrir um processo de reivindicação.
      5. Siga os procedimentos da seguradora e aguarde a avaliação dos danos aos veículos. Eles determinarão a responsabilidade e a cobertura do seguro para os reparos.
      6. Siga as leis e regulamentos locais em relação a acidentes de trânsito. Isso pode incluir a apresentação de relatórios e documentação adicionais, se necessário.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  16. Olá Gringo meu veículo colidiu com outro quero fazer o BO mas não tenho a placa nem os dados do outro veículo , o que devo fazer?

    1. Olá, Carlos! Tudo bem?!
      Se você se envolveu em um acidente de trânsito e não possui as informações do outro veículo, ainda é possível tomar algumas medidas para documentar o incidente.
      Aqui estão os passos que você pode seguir:
      1. Se o acidente foi recente e você ainda está no local, chame as autoridades de trânsito para registrar um Boletim de Ocorrência. Mesmo que não tenha as informações do outro veículo, o BO pode ser registrado com os detalhes que você possui.
      2. Anote e documente todas as informações que você tem sobre o acidente, como data, hora, local, condições climáticas, e quaisquer detalhes sobre o ocorrido. Tire fotos da cena do acidente, danos nos veículos e quaisquer sinais relevantes.
      3. Se houver testemunhas do acidente, obtenha seus nomes e informações de contato. Testemunhas independentes podem ser cruciais para fornecer informações adicionais sobre o ocorrido.
      4. Verifique se há câmeras de segurança nas proximidades do local do acidente. Em áreas urbanas, muitas vezes há câmeras em estabelecimentos comerciais que podem ter capturado o incidente.
      5. Dirija-se à delegacia de polícia para registrar o Boletim de Ocorrência mesmo sem as informações do outro veículo. Explique a situação e forneça todos os detalhes que você possui.
      6. Informe a sua seguradora sobre o acidente e forneça todos os detalhes que você registrou. Eles podem orientá-lo sobre os próximos passos e ajudar no processo de reparo.
      Mesmo que não tenha informações completas sobre o outro veículo envolvido, os detalhes que você puder fornecer podem ser valiosos para as autoridades e seguradoras no processo de investigação e resolução do incidente.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  17. Olá Gringo hoje um carro parou em uma placa de pare no cruzamento para desembarcar um passageiro e ficou conversando com ele eu parei paralelo a esquerda dele no pare e ele sem olhar para o lado arrancou o carro colidindo na lateral do meu carro. de quem é a culpa desse acidente por favor

    1. Olá, Josué! Tudo bem?!
      A responsabilidade por um acidente de trânsito geralmente é determinada com base nas regras de trânsito e nas circunstâncias específicas do incidente. No caso que você descreveu, alguns pontos podem influenciar a determinação de culpa:
      1. Se você estava na via com a sinalização de Pare e parou corretamente, você tinha a preferência. O motorista que colidiu ao atravessar deveria ter aguardado até que a via estivesse livre.
      2. Se o outro veículo parou para desembarcar um passageiro em um local onde isso não é permitido, isso pode influenciar na avaliação da responsabilidade.
      3. Se o outro condutor não sinalizou corretamente sua intenção de voltar à via, isso pode ser considerado uma infração.
      4. Testemunhas e evidências, como fotos ou vídeos do local do acidente, podem ser importantes para determinar a culpa.
      Em situações de acidentes, é sempre recomendável acionar as autoridades de trânsito para registrar o ocorrido e obter um boletim de ocorrência. Isso pode ser útil para documentar as circunstâncias do acidente e facilitar a análise das autoridades competentes.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  18. Olá eu estacionei o carro e sai pra pegar uma coisa rapidinho ali perto e quando voltei tinha uma moto atrás do carro e quando eu fui sair com o carro ele voltou um pouco pra trás, meu medo é de ter encostado na moto e eu não ter percebido e ido embora ( tenho quase certeza que nao encostei) isso poderia me prejudicar ou prejudicar minha CNH?

    1. Olá, Luiz! Tudo bem?!
      Se você não percebeu nenhum contato com a moto e não houve danos visíveis, é menos provável que haja consequências para sua CNH nessa situação específica. No entanto, é importante considerar alguns pontos:
      1. Mesmo que não haja danos visíveis, é possível que tenha ocorrido algum contato leve que não seja imediatamente aparente. Recomenda-se verificar cuidadosamente ao redor do veículo e da moto para garantir que não haja danos.
      2. Se houver testemunhas que possam confirmar que não houve contato entre o carro e a moto, isso pode ser útil caso surjam questões mais tarde.
      3. Se possível, tire fotos do estado atual do seu veículo e da moto. Isso pode servir como documentação em caso de disputas futuras.
      4. Caso encontre o proprietário da moto, você pode perguntar se houve algum dano. É possível que o condutor da moto tenha observado se houve algum contato.
      Lembre-se de que, em situações em que há suspeita de danos, a comunicação honesta entre as partes envolvidas é a melhor abordagem. Se houver dúvidas ou preocupações, é recomendável procurar o proprietário da moto e discutir a situação, verificando se há danos ou não.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  19. Boa noite, tudo bem?
    O cara bateu no meu carro, passou o número de celular mas o proprietário sumiu.
    Eu peguei apenas a placa do veículo.
    Como eu faço para pegar as informações dele? Preciso entrar com um processo.

    1. Olá, Gabriel! Tudo bem?!
      Se você teve um acidente de trânsito e o responsável pelo incidente não forneceu as informações necessárias, como nome, endereço e seguro do veículo, você pode tomar algumas medidas para tentar obter essas informações.
      Aqui estão alguns passos que você pode seguir:
      1. Se o acidente for grave, é aconselhável registrar um boletim de ocorrência em uma delegacia. Informe todos os detalhes disponíveis sobre o acidente.
      2. Entre em contato com o Detran do seu estado. Eles podem fornecer informações sobre o proprietário do veículo com base na placa.
      3. Consulte o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Esse seguro cobre casos de acidentes de trânsito. Você pode obter informações sobre o proprietário do veículo por meio desse seguro.
      4. Considere buscar orientação legal. Um advogado pode orientá-lo sobre os próximos passos e ajudar na obtenção das informações necessárias.
      5. Se houver testemunhas do acidente, obtenha seus dados de contato. Elas podem fornecer informações valiosas para esclarecer a situação.
      6. Um advogado pode ajudar a enviar uma notificação extrajudicial ao proprietário do veículo, solicitando informações e a reparação pelos danos causados.
      7. Em último caso, se todas as tentativas de obter informações falharem, você pode considerar a abertura de um processo judicial para resolver a questão.
      Lembre-se de que as leis e procedimentos podem variar dependendo do seu estado, então é aconselhável buscar orientação local específica. Em situações como essas, a assessoria de um advogado pode ser crucial para orientar você nas etapas adequadas.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  20. fui covergir numa via de faixa continua ,so que o local nao tinha sinalização nenhuma.todo que moram.ali faz essa manobra , agente encosta espera o transito da condições e corvege ,so que nesse dia olhei nao carro nem.de lado nem.outro.corvegir no ponto cego do carro nao vi s moto que veio coledir com.meu carro
    a seguradora.nega.a pagar dizendo que estava isso e certo.se no.lugar.nao tem sinalização

    1. Olá, Walton! Tudo bem?!
      Em casos de acidentes de trânsito, a responsabilidade pode ser atribuída de acordo com as regras de trânsito e as circunstâncias específicas do ocorrido. Se o local não possui sinalização clara e você está realizando uma manobra considerada permitida em muitos lugares, como convergir em uma via de faixa contínua, pode ser mais difícil estabelecer a culpa exclusiva.
      No entanto, é importante considerar dois pontos:
      1. A ausência de sinalização específica pode ser um argumento em seu favor, indicando que a manobra era comum no local.
      2. Se possível, registrar informações sobre o acidente, como fotos, testemunhas e detalhes do ocorrido, pode ser útil para eventuais processos de reclamação ou seguro.
      Caso a seguradora esteja negando o pagamento, é aconselhável procurar orientação legal. Um advogado especializado em direito do trânsito pode analisar detalhes específicos do seu caso e fornecer orientações adequadas, considerando as leis locais e as circunstâncias do acidente.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  21. Boa noite .gringo recebir um ligação uma pesoa dizendo ser pesquisadores da polícia. afirmando que meu caminhão tinha colidido em um carro estacionado . só que não vir se isso aconteceu .como ele consequil meu contato meu telefone e de minha esposa. tó sem intender o caminhão er muito logo não pesebir se topor em retrovisor

    1. Olá, Rubenildo! Tudo bem?!
      Antes de mais nada, eu aconselho que entre em contato com uma unidade do Detran do seu estado, amigo. Assim você conseguirá confirmar se isso realmente aconteceu e evita qualquer possivel tentativa de fraude.
      Após isso, você tem uma base para saber como dar seguimento, seja acionando o seguro, ou abrindo um boletim de ocorrência.
      Abraços e #chamaOGringo🚗💙

  22. boa noite. trabalho com um táxi. da qual não está no meu nome. sou o principal condutor no seguro e somente eu que dirijo ele. um rapaz bateu na traseira do táxi e fiz o brat em nome da locadora que pertence o carro que o mesmo dirigia. agora pra processar, eu mesmo posso processar a Locadora ou somente o proprietário do veículo que dirijo?

    1. Olá Rodrigo, tudo bem?!
      Geralmente a responsabilidade legal recai sobre o proprietário do veículo que é a locadora amigo, mas de maneira geral, é possível processar tanto a locadora quanto o condutor do veículo, dependendo das circunstâncias do acidente e das leis locais.
      Se você era o condutor principal no momento do acidente, suas ações legais podem envolver tanto a locadora quanto o condutor do veículo que colidiu.
      Para receber uma orientação mais detalhada, aconselho que entre em contato com um advogado especializado em acidentes de trânsito e responsabilidade civil, assim ele poderá analisar os detalhes do seu caso e fornecer conselhos específicos com base nas leis da sua região.
      Um abraço e quando precisar #ChamaOGringo🚗💙

  23. Olá, eu tive um batida de carro com um terceiro no qual eu assumi a culpa, acionei o seguro e o terceiro precisa ir até um determinado local para fazer vistoria, mas ele se recusa ir lá, pois disse que não pode parar de trabalhar, como devo proceder ?

    1. Olá Rodolfo, tudo bem?!
      Se o terceiro envolvido no acidente se recusa a comparecer à vistoria designada pela seguradora, a primeira coisa que precisa fazer é comunicar imediatamente a recusa à sua seguradora amigo, fornecendo detalhes do ocorrido e documentando as tentativas de negociação.
      Se necessário, registre um boletim de ocorrência, e continue colaborando com a seguradora, que tomará as medidas adequadas. Se as negociações não forem suficientes, consulte um advogado especializado em seguros para que receba orientação legal específica ao seu caso.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  24. o rapaz bateu no meu carro e pediu foto da minha CNH e do documento do meu carro pra fazer o b.o. e acionar o seguro. Devo fornecer as fotos? Ou somente pro seguro, se este entrar em contato comigo? Não queria dar foto dos meus documentos pessoais

    1. Olá, Fernanda! Tudo bem?!
      Se o outro condutor estiver solicitando fotos da sua CNH e dos documentos do seu carro para fazer um boletim de ocorrência e acionar o seguro dele, você pode considerar fornecer essas informações, mas com algumas precauções:
      1.Solicite uma cópia do boletim de ocorrência assinado pelo outro condutor como prova de que ele está realmente acionando o seguro.
      2.Forneça apenas as informações estritamente necessárias para o boletim de ocorrência, como o número da sua CNH e os detalhes do seu veículo. Não forneça mais informações do que o necessário.
      3. Se possível, acompanhe pessoalmente o processo de registro do boletim de ocorrência para garantir que suas informações sejam usadas adequadamente.
      Se você não se sentir confortável em fornecer suas informações diretamente ao outro condutor, você pode optar por não fornecê-las e procurar outras maneiras de resolver a situação, como buscar orientação legal ou envolver as autoridades competentes.
      Independentemente da abordagem escolhida, é importante documentar todas as comunicações e manter registros detalhados da situação para proteger seus direitos e garantir uma resolução justa do problema.
      Um abraço e #ChamaOGringo 🚗💙

  25. olá! tenho uma dúvida!: Hoje por volta das 18:55 estava subindo uma rua quando o carro da frente andou e parou na esquina onde tem um triângulo sinalizado com tartaruga, a motorista parou em cima e eu não tive tempo de frear, freei em cima e colidiu com o carro dela. Eu tenho que pagar pelos danos do carro dela? E o meu carro como fica?

    1. Olá Aline! Tudo bem?!
      Em situações de batida de carro, a responsabilidade pelos danos depende de vários fatores, incluindo as leis de trânsito em sua região e as circunstâncias específicas do acidente. Normalmente, se você colidiu com o carro da frente porque ele parou repentinamente e você não teve tempo de reagir apropriadamente, a responsabilidade pode ser atribuída ao motorista da frente por uma parada brusca e inesperada. No entanto, cada caso é único e pode haver nuances legais que influenciam a determinação da responsabilidade.
      É importante que você consulte as leis de trânsito em sua região e, se necessário, entre em contato com seu seguro automóvel para obter orientação específica sobre como proceder. Em relação aos danos em seu carro, você também precisará verificar se possui cobertura de seguro para reparos ou se terá que arcar com os custos. Em qualquer caso, é importante documentar o acidente e buscar assistência adequada para resolver a situação da maneira mais justa possível.
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  26. olá! bati num carro a 10km, apenas soltou o parachoque, algo fácil de arrumar! Fui atencioso desde o momento e passei todo meu contato. já a outra parte disse que entraria em contato e sumiu. existe algum prazo específico?

    1. Olá Humberto! Tudo bem?!
      Se você foi o responsável pelo acidente, mas a outra parte não está respondendo após você fornecer suas informações de contato, ainda é importante tomar algumas medidas:
      1.Se você causou o acidente, é sua responsabilidade garantir que a outra parte receba a assistência necessária. Tente entrar em contato novamente, seja por telefone, mensagem ou e-mail, para garantir que eles tenham suas informações corretas e possam entrar em contato com você se necessário.
      2.Continue registrando todas as tentativas de contato que você fizer com a outra parte. Isso pode ser útil caso haja disputas futuras sobre o acidente.
      3.Se você possui um seguro de automóvel, é importante comunicar o acidente à sua seguradora, mesmo que o dano pareça mínimo. Eles podem fornecer orientações sobre como proceder e podem ajudar a intermediar a comunicação com a outra parte, se necessário.
      4. Às vezes, as pessoas podem levar algum tempo para responder, especialmente se estiverem lidando com o choque emocional do acidente. Continue sendo paciente, mas também persistente em suas tentativas de contato.
      Se a outra parte ainda não responder após várias tentativas de contato, pode ser útil procurar aconselhamento legal para entender melhor seus direitos e opções legais. Um advogado especializado em acidentes de trânsito pode fornecer orientações sobre como proceder e ajudá-lo a resolver a situação da melhor forma possível.
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  27. em agosto de 2023 esbarrei atrás de um carro estava frente de dias escola horário de saídas das crianças levei a um profissional ele enrolou muito or afazer serviço na vde era bem simples depois de 8 meses ele me procurou para arrumar o carro , e quiz quer que troque toda peça sendo que só tinha soltado desencaixado a peça cista quase 3 mil real eu não aceitei qdo era para fazer não quiz e não era necessário a troca da peça , disse que iria na justiça o que me diz me auxilia por favor , e a oficina que quer quer eu faça e de uma migo e não quiz orçar o trabalho dele , e fui amada por não aceitar
    este aberto me ajudar

    1. Olá, Lourdes! Tudo bem?!
      Entendo sua preocupação, amiga. Em situações de acidentes de trânsito, é importante lidar com o problema de maneira justa e razoável para todas as partes envolvidas. Aqui estão alguns pontos a considerar:
      Antes de concordar com qualquer reparo, é fundamental que o dano seja avaliado por um profissional imparcial. Isso pode ser feito em uma oficina de confiança ou por um perito designado pelo seguro, se aplicável. Se o reparo for simples e envolver apenas o encaixe de uma peça, pode não ser necessário substituir a peça inteira, especialmente se ela estiver em boas condições.
      Se o motorista está exigindo que você pague por um reparo que parece ser excessivo, é justo discutir isso e tentar chegar a um acordo razoável. Você pode propor ter o veículo avaliado por um terceiro neutro para determinar a extensão dos danos e a necessidade real de substituição de peças.
      Se vocês não conseguirem chegar a um acordo, o motorista pode optar por levar o caso para a justiça. No entanto, o sistema judicial geralmente valoriza soluções extrajudiciais e razoáveis. Se você estiver disposta a resolver a situação de maneira justa, isso pode ser levado em consideração caso o assunto chegue a um tribunal.
      Se a oficina indicada pelo motorista é de um amigo dele e você não se sente confortável com o orçamento ou a avaliação do reparo, você tem o direito de procurar uma segunda opinião em uma oficina imparcial.
      Em resumo, é importante buscar uma solução justa e razoável para resolver a situação. Se necessário, você pode considerar buscar orientação legal para entender seus direitos e opções disponíveis.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

    1. Olá, Glaci! Tudo bem?!
      Se um menor bateu no seu carro parado e se recusa a pagar pelos danos, orientamos que registre um boletim de ocorrência na polícia para documentar o incidente. Você também pode considerar o contato com os responsáveis legais do menor, e discutir uma solução para o pagamento dos danos. Se necessário, busque assistência jurídica para entender seus direitos legais e opções de compensação. Considere acionar o seguro do seu veículo para cobrir os custos dos reparos, se aplicável. Mantenha registros detalhados de todas as comunicações e documentos relacionados ao incidente.
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  28. UM RAPAZ BATEU NO MEU CARRO, VAI MANDAR CONSERTAR PELA SEGURADORA DELE. E MINHAS DESPESAS COM LOCOMOÇÃO, ELE TEM OBRIGAÇÃO DE PAGAR?

    1. Olá, Izabel! Tudo bem?!
      Geralmente, as despesas com locomoção não estão incluídas automaticamente no processo de reparo do veículo através da seguradora do responsável pela batida. No entanto, você pode tentar negociar com a seguradora do rapaz para incluir essas despesas no acordo de reparo.
      Para aumentar suas chances de sucesso, é importante documentar todas as despesas relacionadas à locomoção que você incorrer como resultado do acidente. Isso pode incluir custos com táxis, transporte público ou aluguel de veículo.
      Depois de reunir essas informações, entre em contato com a seguradora do rapaz e explique a situação. Eles podem estar dispostos a reembolsar essas despesas como parte do acordo de reparo do veículo. É importante manter registros detalhados de todas as comunicações e despesas relacionadas ao acidente para facilitar o processo.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  29. Bom primeiro lugar bateram no carro do meu esposo já vai pra dois meses até agora nada,o motorista que bateu trabalho numa transportadora que não quer assumir os prejuízos.
    o que eu faço? já tentamos falar com o dono da empresa e ele só falou que está nas mãos dá seguradora deles mas até agora não temos retorno dá empresa

    1. Olá, Ivani! Tudo bem?!
      Poxa, amiga. Que chato essa situação.😕
      Primeiro, reúna todas as evidências do acidente, incluindo fotos, informações de contato e quaisquer comunicações que mencionem o seguro.
      Tente entrar em contato novamente com a empresa ou o motorista, e peça uma solução para o problema, explicando que estão dispostos a resolver de forma amigável.
      Caso todas as tentativas amigáveis falhem, buscar aconselhamento jurídico pode ser uma opção viável. Um advogado especializado em acidentes de trânsito pode ajudá-los a entender suas opções legais e tomar medidas adequadas. Isso pode incluir entrar com uma ação judicial contra o motorista ou empresa, para recuperar os custos de reparo do seu veículo.
      Além disso, se a empresa estiver agindo de má fé, registrar um boletim de ocorrência pode ser útil para documentar o incidente e fornecer uma base legal para futuras ações.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  30. derubei uma moto parada, e so arranhou o escapamento e entortou o manete de freio, a parte que aranhou o dono quer trocar a peça, sugerir fazer uma pintura automotiva que fica mais em conta pra mim, sou oprigado a trocar a peça mesmo assim ?

    1. Olá Samuel! Tudo bem?!
      Se o dano foi apenas superficial, sugerir uma alternativa mais econômica, como a pintura automotiva, é uma boa ideia amigo. No entanto, a decisão final depende do acordo entre você e o proprietário da moto. Seria interessante também conversar com um especialista em funelaria ou pintura automotiva, para avaliar as melhores possibilidades.
      Em alguns casos, o proprietário pode insistir na substituição da peça danificada, especialmente se acreditar que a pintura não será suficiente para restaurar completamente o aspecto original da moto. No entanto, se ambos concordarem com a pintura e você compensar o custo, isso pode ser uma solução! Estou na torcida para que tudo se resolva da melhor maneira possível.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  31. ola, bati na traseira de um carro e propus a pagar tudo, mas não tenho o dinheiro a vista e o proprietário do carro disse que tinha 15 dias para pagar, eu sou obrigado a pagar antes desse tempo? se não for, quanto tempo tenho para pagar?

    1. Oi, Adrian! Tudo bem?!
      Se você prometeu pagar pelos danos do acidente, mas não tem o dinheiro agora, é importante conversar sobre um prazo de pagamento que seja justo para todos. O prazo de pagamento depende do que foi acordado entre ambas as partes, mas se combinou de pagar após 15 dias, não é obrigatório pagar antes desse prazo.
      O importante é comunicar suas dificuldades financeiras e propor um plano de pagamento razoável. Se encontrar dificuldades, buscar ajuda legal ou mediação pode ser útil para ajudar a formular um acordo. O objetivo é resolver tudo de maneira justa e rápida.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  32. Bom dia!
    Bateram no meu carro, a culpada acionou o seguro.
    O carro vai ficar 30 dias parado, sou autônoma, paciente oncologico, preciso levar meus filhos na escola, e não posso ficar sem veículo.
    Estão se recusando a finalizar o reparo, porque estou cobrando um suporte enquanto estiver sem o veículo.
    o que posso fazer?
    ordenamento jurídico fala sobre quem bate no carro, deve dar o suporte enquanto eu estiver sem , durante o concerto?
    pode cancelar os reparos já acionados pela seguradora?

    1. Olá, Lilian! Tudo bem?!
      Lamento pela sua situação, amiga. Em geral, a seguradora tem a obrigação de fornecer um carro reserva quando o tempo de reparo do veículo segurado excede um determinado período, que pode variar de acordo com as condições do contrato. Se a falta do carro está prejudicando você, tente negociar com a seguradora. Se não resolver, busque auxilio do Procon e na SUSEP (Superintendência de Seguros Privados).
      A seguradora não pode se recusar a finalizar o reparo se a culpa foi reconhecida. Se necessário, busque ajuda de um advogado e considere uma ação judicial. Guarde provas dos prejuízos causados pela falta do carro, como despesas extras e impacto no trabalho, caso precise buscar compensação judicial.
      Espero que tudo se resolva logo e você consiga o suporte necessário.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  33. meus amigo o que a gente ve, e o cidadão trabalhador desaparado pela lei,,,antes vinha a pericia e fazia o laudo e ficava facio vc resolver amigavel ou na justiça ,,,agora vc fica a Deus dara ,,se o infrator quebrar seu carro não tem seguro .não tem end fixo ,,vc ta ferrado vai fica sem caro..
    absurdo total já que pagamos impostos altos e não temos nenhum resgado ,,os politicos que representa milhoões de trabalhadores não fazem nada ,,.. vc trabalha rala para adquiri seu carro ai vem um fafarão bate quebra o seu carro ,,e ai nada acontece …Brasil uma tristeza …

    1. Olá Pedro, tudo bem?
      Concordo que situações como essas podem ser extremamente desafiadoras, amigo. Uma opção que você pode considerar é acionar o seu próprio seguro, se tiver, para cobrir os danos, mesmo quando o culpado não possui seguro. Além disso, documentar cuidadosamente a situação, coletando evidências como fotos do acidente e testemunhos de testemunhas, pode ser útil caso seja necessário buscar ações legais.
      Participar de discussões comunitárias, entrar em contato com representantes locais e apoiar iniciativas que promovam uma maior responsabilidade no trânsito e na proteção dos cidadãos pode ajudar a promover mudanças positivas a longo prazo.
      Espero que estas sugestões possam ser úteis. Se precisar de mais assistência, estou à disposição para ajudar! 💛
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  34. Olá!
    Eu estava passando por um quebra mola, fiz a redução de marcha mas o carro morreu e desceu batendo no carro de trás. quem deve pagar o prejuízo?

    1. Olá Stephanie, tudo bem?
      Geralmente, a responsabilidade recai sobre o motorista do carro da frente, especialmente se a manobra que causou a colisão foi a redução de marcha que fez o carro morrer e descer. No entanto, o motorista do carro de trás também tem a obrigação de manter uma distância segura para evitar colisões.
      Recomendo que você documente o acidente com fotos e um boletim de ocorrência, se necessário. Em seguida, entre em contato com sua seguradora para obter orientação sobre como proceder. Tentar uma conversa amigável com o outro motorista também pode ajudar a resolver a situação de forma mais tranquila. Se precisar de mais alguma informação ou suporte, estamos à disposição para ajudar! 💛
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  35. Bom dia, trabalho na Uber e um carro colidiu no meu. Ninguém se machucou, o outro carro também era de aplicativo. Meu passageiro falou que eu atravessei com o sinal verde pra mim. Meu carro ficou bastante danificado nas portas. Como era de noite e as ruas ficam desertas e perigosas, não tirei fotos dos carros em questão. Acho que o outro motorista também não fotografou. Como eu fiquei bastante nervoso, tentei tirar uma foto da placa dele, mas infelizmente a foto não saiu. Só sei que ele se chama Pedro e mais nada. Como posso fazer um BO?
    Agradeço desde já pela ajuda.
    José Luis

    1. Olá José, tudo bem?
      Lamento saber do acidente e entendo que a situação tenha sido bastante estressante, especialmente à noite. Mesmo sem fotos, você ainda pode fazer um Boletim de Ocorrência. Recomendo que vá até a delegacia mais próxima e explique os detalhes do acidente. Informe tudo o que você se lembra: a data, a hora, a localização, o nome do outro motorista e qualquer outro detalhe que possa ajudar. Leve também o testemunho do seu passageiro, se possível.
      O BO é importante para formalizar o incidente, mesmo sem fotos ou outras informações do outro veículo. Além disso, contate a Uber para informar o ocorrido e veja se eles podem oferecer algum suporte ou orientação adicional. Espero que tudo se resolva da melhor forma possível e que você consiga reparar os danos no seu carro rapidamente. Se precisar de mais alguma informação ou suporte, estamos à disposição para ajudar!💛
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  36. Bati na traseira de um carro porem a mesma não intencionou que iria virar da esquerda para direita que era na faixa que eu vinha na velocidade da via ,afundei o pe no freio porem obvio que carro não ia parar, a mesma acha que 100
    porcento é culpa oque faço estou com carro agora todo amassado o agora!e nao tenho dinheiro para reparo e nao tenho seguro

    1. Olá Frankcastle, tudo bem?
      Entendo a preocupação, amigo. Em situações como essa, geralmente, quem bate na traseira assume a culpa. No entanto, se o outro carro fez uma manobra abrupta e não sinalizada, pode haver uma parcela de responsabilidade dele também.
      Minha sugestão é conversar com o outro motorista de forma calma e explicar sua versão dos acontecimentos. Tente chegar a um acordo amigável, mostrando disposição para resolver a situação da melhor maneira possível.
      Se não houver acordo, buscar orientação legal pode ser necessário. E se o reparo do carro representa um desafio financeiro, explorar opções de pagamento parcelado ou peças usadas pode ajudar. Lembre-se sempre de priorizar a segurança, buscando uma solução o mais rápido possível.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  37. Saudações.
    Meu caso é simples. Uma moça bateu na traseira do meu carro, os dois em movimento. No momento do impacto, fui prestar ajuda à pessoa que bateu no meu veículo. Trocamos contatos e ela disse que arcaria com o prejuízo já que não tem seguro. Eu entrei em contato com ela e tomei a frente de ir à 4 oficinas em busca de orçamentos. Mandei dois para ela. Agora ela se recusa a pagar, dizendo que não tem condições de arcar com o prejuízo devido à sua condição familiar. Devo acionar o meu seguro e tentar que ela arque com a franquia e a diferença do bônus ou acionar judicialmente?
    Obrigado

    1. Olá Carlos, tudo bem?
      Diante da recusa dela em pagar os reparos, você tem algumas opções. Primeiro, acionar o seu seguro pode ser a solução mais rápida e prática. Você pode tentar negociar com ela para que arque com a franquia e a diferença do bônus, facilitando o processo e minimizando os custos para ambos.
      Outra opção é buscar um acordo judicialmente. Isso pode levar mais tempo e envolver custos adicionais, mas pode ser necessário se não conseguirem resolver amigavelmente. Você também pode considerar conversar novamente com ela para tentar encontrar uma solução que seja justa para ambos, como um pagamento parcelado, o que pode ser mais viável dado a condição familiar que ela mencionou.
      Além disso, manter um registro de todas as comunicações e orçamentos pode ser útil caso você precise buscar assistência legal. Espero que você consiga resolver essa questão da melhor maneira possível, e se precisar de mais alguma informação ou suporte, estamos à disposição! 💛
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  38. olá! preciso de ajuda. bati na traseira de um carro, fiz BO acionei o seguro e o mesmo já aprovou o orçamento para fazer os reparos no outro carro. só que a motorista quer que eu alugue um carro para ela pois tem a rotina com as filhas, e precisa de carro. tenho mesmo que arcar com isso? sei que se fosse motorista de app, representante comercial…. teria os lucros cessantes. e ainda me ameaça entrar nas pequenas causas.
    aguardo retorno
    Obrigada

    1. Olá Marielle, tudo bem?
      Quanto à solicitação da motorista para que você alugue um carro para ela, a obrigação de arcar com essa despesa não é automática. Em geral, os seguros cobrem os reparos dos veículos, mas não incluem a cobertura para o aluguel de um carro substituto, a menos que isso esteja especificado na apólice.
      Os lucros cessantes, como você mencionou, normalmente são aplicáveis a motoristas profissionais, como de aplicativos ou representantes comerciais, que dependem do veículo para seu trabalho diário. No caso de uma motorista particular, essa demanda pode ser mais complicada de justificar legalmente.
      Se a motorista ameaçar entrar com uma ação nas pequenas causas, ela precisará demonstrar que a falta do veículo causou prejuízos significativos e que você tem a responsabilidade de compensar esses danos. É importante que você mantenha toda a documentação e comunicações relacionadas ao acidente e ao seguro, para se proteger adequadamente.
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  39. queria saber se pra fazer uma ocorrência precisa levar a pessoa porque o carro tá no nome da minha filha um caminhão passou na rua de casa e bateu no meu carro e não parou só que eu tenho as imagens mais a imagem da placa do caminhão não dá pra ver direito como eu faço vou precisar ir na delegacia

    1. Olá Marcos, tudo bem?
      Neste caso amigo, você não precisa levar a pessoa responsável pelo acidente até a delegacia para fazer o registro. A presença do proprietário do veículo envolvido no acidente é suficiente para proceder com o boletim de ocorrência.
      Mesmo que as imagens que você possui não mostrem claramente a placa do caminhão, elas ainda podem ser úteis como evidência do ocorrido. Leve as imagens e qualquer outra documentação que você tenha para ajudar na identificação do veículo que causou o acidente.
      Ao chegar na delegacia, explique detalhadamente o que aconteceu e apresente todas as informações disponíveis. Isso inclui as imagens que capturaram o momento do acidente e quaisquer outros detalhes relevantes que você possa fornecer.
      O boletim de ocorrência é essencial não apenas para registrar o incidente, mas também para iniciar qualquer processo de seguro ou outras medidas necessárias para reparar os danos ao seu veículo.
      Espero que tenha conseguido ajudar de alguma forma amigo, e se precisar de mais alguma informação ou suporte, estamos à disposição! 💛 Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo