Dia do Motociclista: o que você precisa saber sobre esta data?

Fala, condutor! Hoje você vai descobrir mais sobre o Dia do Motociclista — aquele que vive sobre duas rodas. Partiu?
Dia do motociclista

Você talvez já tenha ouvido falar sobre o Dia do Motorista ou o Dia do Caminhoneiro. Mas sabia que também existe o Dia do Motociclista?

Confira, neste artigo, detalhes sobre como a data surgiu. Também vamos listar as principais dicas para manter a segurança em cima de uma moto, já que os motociclistas acabam por ficar mais vulneráveis que outros condutores, além de trazer algumas frases para homenagear os pilotos.

Pode dar a partida!

Dia Nacional do Motociclista

A data 27 do mês de julho foi escolhida para comemorar aqueles que passam boa parte de seus dias pilotando, seja por prazer ou por ofício.

Também chamados popularmente de motoqueiros, eles já somam 33 milhões de pessoas, de acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Para se ter uma ideia de como esse número é expressivo, em 2020, era o equivalente a toda a população do Peru.

Como a data surgiu?

Na década de 1970, a Associação Brasileira de Motociclistas (Abram) decidiu criar um dia só para o motociclista. Na verdade, o problema não era que não existia uma data: havia muitas e não tinha um consenso sobre quando comemorar. Assumindo a questão, a associação resolveu criar um dia oficial.

Na mesma época, Marcus Bernardi, um mecânico da Honda (uma das maiores fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo) da cidade de Sorocaba (SP), faleceu. Marcus desempenhava sua função com maestria e era conhecido por sua paixão por esse tipo de máquina — tanto que estava sempre à frente de uma e pilotava muito bem.

Foi a popularidade do mecânico na região que levou seu antigo chefe, Rogério Gonçalves, a sugerir para a associação que a data de sua morte fosse lembrada para sempre, com um propósito muito nobre: o de homenagear a prática de todos os condutores de motocicletas.

A ideia foi aceita e, anos depois (1982), o deputado paulista Alcides Franciscatto propôs que o dia fosse incorporado ao calendário nacional de celebrações. Assim conhecemos a homenagem como acontece hoje.

A importância dos motociclistas

A pandemia do Covid-19 reforçou a importância dos motociclistas e ciclistas, pois eles ajudaram milhares de negócios a não encerrar suas atividades. Estabelecimentos que não eram adeptos do delivery tiveram que se adaptar e pensar em uma maneira de continuar chegando até seus clientes.

Os que não tinham motoboys na equipe tiveram que contratar um às pressas ou uma empresa terceirizada que ofertasse o serviço. Aplicativos de comida e mercado apresentaram começaram a fazer cada vez mais sucesso. Esse sucesso foi sustentado, também, por essas pessoas, que, mesmo em meio a uma crise sanitária, saíam de casa para trabalhar.

Além dessa necessidade, nesse mesmo período, muita gente quis fugir das aglomerações no transporte coletivo e usou suas economias para comprar uma moto. Afinal, o automóvel é uma forma de condução mais ágil e prática, principalmente para quem mora em grandes metrópoles e desejava evitar engarrafamentos. A versão elétrica, em particular, tem feito sucesso pela praticidade e economia.

Uma das evidências da relevância da motocicleta é o crescimento da sua frota nos últimos dez anos. Entre 2011 e 2019, o aumento foi de 92%. Naturalmente, nos primeiros meses de isolamento social, houve uma retração nas vendas, o que já era esperado. Mas, mesmo assim, o impacto não foi tão negativo. Inclusive chegou a faltar moto para vender no showroom de algumas concessionárias.

Em pequenas cidades, o uso de moto é mais expressivo e até cultural. Pela falta de transporte público, a população investe nesse tipo de transporte para se locomover e garantir uma renda extra. No interior, aplicativos de mobilidade são menos comuns, até pela ausência de uma frota considerável de carros. Então, mototaxistas controlam a maior parte da demanda.

Embora a maioria continue sendo masculina, representando quase 80% dos motociclistas, a participação feminina cresceu e muito nesse meio. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em dez anos, houve um salto de 95,7% no número de mulheres habilitadas, chegando a 7,8 milhões em 2021.

Para o trânsito, essa novidade é positiva. As mulheres, em sua maioria, são mais cautelosas e se envolvem em menos acidentes enquanto condutoras. Sem mencionar que o aumento do número representa uma conquista para elas. Com a compra de um transporte particular, elas ganham mais autonomia para cumprir seus compromissos e gerar renda.

Por fim, podemos reforçar a importância da moto para o lazer. Em uma época tão complicada de isolamento social, contar com um transporte que possa levar você a qualquer lugar facilmente e com menos riscos sanitários traz uma sensação de liberdade. Essa prática se tornou tão importante para alguns que pilotar ganhou um novo sentido, o de minimizar o estresse e ansiedade — a “mototerapia”.

Principais dicas para o dia a dia

Que a motocicleta é um transporte prático para trafegar, ninguém contesta. Porém, ela demanda alguns cuidados a mais por parte de quem a conduz, a fim de manter a segurança. Quer revisar os principais pontos? Vamos lá!

Particularidades da moto

Nem toda moto é igual. Antes mesmo de comprar uma, é interessante pesquisar sobre as particularidades do modelo, e, após compra-la, é essencial ler seu manual.

Verifique a periodicidade necessária de manutenções, veja quais produtos são recomendados e estude outros aspectos. Assim, quando a visita ao mecânico for marcada, você vai correr menos riscos de ser enganado por não conhecer bem sua moto. Ter esse tipo de expertise é bom até para economizar!

No dia a dia, esse conhecimento é útil para saber a potência e identificar se é mais leve ou pesada em velocidades mais altas. Lembre-se de que, independentemente disso, respeitar a velocidade permitida na via é indispensável!

Revisões preventivas

Em geral, é recomendado que, a cada 6 mil quilômetros, o motociclista leve a moto para a oficina para que seja feita uma análise completa — uma revisão de como está seu funcionamento.

Aqui não estamos nos referindo à manutenção corretiva, que serve para reparar algum sistema. Estamos falando de manutenção preventiva, essencial para valorizar o bem, em especial quando chegar o momento de trocar ou vendê-lo.

As revisões são ainda mais necessárias se você trabalha com a moto, porque, se for o caso, entende-se que é mais cobrado do transporte. Por rodar mais, seus sistemas se desgastam mais rapidamente e seu funcionamento pode ser comprometido.

Para evitar que isso aconteça e lhe cause um prejuízo, não deixe de marcar sua manutenção. Tem dúvida de quando isso deve ocorrer? Consulte o manual!

Outro ponto que vale a pena reforçar é a documentação, que precisa estar em dia. Se for uma moto nova, emplacamento, IPVA e licenciamento são despesas que acompanham a compra.

Uso do capacete

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso do capacete é capaz de reduzir em 70% a chance de lesões graves na cabeça, como traumatismos, e em 40% o risco de acidentes fatais. Trata-se de uma porcentagem bastante relevante e que deve ser reforçada em todas as campanhas relacionadas.

Infelizmente, o motociclista é quem mais se acidenta no trânsito. Em 2021, ele esteve em 54% dos sinistros ocorridos em todo o país. Em geral, os envolvidos são homens (83,4%) com idades que variam dos 20 aos 29 anos — ou seja, são jovens.

Os dados são preocupantes, inclusive para os cofres públicos. Nos primeiros sete meses de 2021, o gasto para tratar traumas sofridos por motoqueiros foi de R$ 108 milhões. Já pensou no que pode ser evitado quando se prioriza a prática de uma conduta defensiva e o uso do capacete?

Cruzamentos

Acidentes em cruzamentos são muito comuns. Às vezes, nem é culpa do condutor. Pode ser, por exemplo, por falhas (de outras pessoas) na sinalização. Por isso, a direção defensiva é imprescindível. Ao manter uma postura de defesa, você vai estar preparado para lidar com esse tipo de situação, trafegando com mais calma e atenção.

Se for à noite, o cuidado tem que ser dobrado. Dados de 2017, apontados por um órgão público de São Paulo, revelaram que a noite e a madrugada são os horários nos quais os acidentes ocorrem com maior regularidade. Sono, álcool e uso de celular são causadores frequentes. Em um cruzamento, qualquer descuido pode ser fatal!

Uso do freio

Os freios ABS podem até evitar que o veículo derrape, mas sua utilização inapropriada ou excessiva é capaz de gerar uma colisão. A melhor maneira de prevenir essa ocorrência é mantendo uma distância segura de outros automóveis, seja ônibus, carro, caminhão etc.

Em congestionamentos ou estando em velocidade acima da recomendada, é possível que você acabe colidindo com o automóvel da frente. Frear em cima da hora vai comprometer a estabilidade da motocicleta. Fique atento a isso!

Manobras seguras

Na autoescola, você certamente aprendeu sobre ultrapassagem. Ela sempre deve ser feita pelo lado esquerdo, a não ser que a pessoa que está à frente sinalize que vai dobrar para a mesma direção.

Desrespeitar essa norma, que é prevista na legislação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), implica em uma multa de R$ 130,16 e a soma de 4 pontos à carteira de habilitação (equivalentes a uma infração média). Vale a pena se arriscar para chegar mais rápido?

Na via, sempre se faça ser visto por quem está na sua frente. Os demais condutores podem ter pontos cegos, e, em uma ultrapassagem, isso pode ser perigoso. Esse é um dos motivos pelo qual é preciso trafegar com os faróis acesos, mesmo de dia. Isso garante que o motorista da frente saiba que alguém está vindo atrás.

Sinalização

O respeito à sinalização é a regra mais básica que existe no trânsito. Ela foi criada para facilitar a vida de quem trafega, seja essa pessoa motociclista, pedestre, motorista de carro etc.

Se você não conhece bem a sinalização, é uma boa pedida reservar um tempo para aprender. Não respeitá-la pode custar algumas centenas de reais, além de trazer outras consequências.

Conhecer a sinalização faz parte da direção defensiva. Com esse conhecimento aliado a uma conduta responsável, você pode estar salvando não apenas a sua vida, mas de outras pessoas. Tenha em mente que essa responsabilidade é coletiva e sua parte é importante para o todo!

Frases de motociclistas

Quem é apaixonado por moto – e por andar em cima de uma – sempre deixa transparecer seu sentimento. Tanto que alguns motociclistas criaram frases para expressar sua paixão pela prática. Será que você conhece alguma delas? Confira!

A liberdade existe: fica entre a roda dianteira e a roda traseira.

Essa sensação de liberdade, tão conhecida pelos motociclistas, é o que motiva muitos a comprar sua primeira moto. Econômicas, atrativas e proporcionadoras desse tipo desse sentimento indescritível!

Viajando de carro, você vê a paisagem. De moto você faz parte dela!

Muita gente tem aversão a andar de moto por acreditar que o simples ato de trafegar é inseguro, mas não dá para negar que essa exposição também favorece e garante algumas vantagens. Uma delas é sentir o vento no rosto, além de, em lugares especiais, realmente se sentir parte do ambiente.

Se duas rodas são asas para a liberdade, o asfalto é o caminho para a eternidade.

Um pouco filosófico, não é? Sem dúvidas, o motociclista que pensou nessa frase estava inspirado pelas boas memórias que viveu sob sua condução favorita!

O homem chegou à perfeição: voar sem sair do chão.

Para finalizar, mais uma frase sobre a sensação grandiosa de liberdade proporcionada ao piloto ao andar sob duas rodas. Vale lembrar que o “voar” não se refere a uma velocidade acima da permitida, combinado?

Para você, que trabalha sobre duas rodas ou que usa a moto apenas como meio de locomoção, o Dia do Motociclista deve servir como um lembrete de que a prioridade é e sempre será sua vida! Nenhuma entrega ou viagem está acima do seu bem-estar e da sua integridade física. Vale lembrar também que conhecer as leis é o melhor caminho para preservar seu bolso e sua CNH.

Por falar em moto, você sabe se a documentação da sua está em dia? Venha conferir nosso passo a passo para fazer o pagamento!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine para receber conteúdo exclusivo

Baixe o App do Gringo