Tudo o que você precisa saber sobre o Dia do Motorista e a importância dele

Em 25 de julho comemora-se o dia do motorista! Descubra como valorizar esse profissional tão importante e veja algumas curiosidades!
dia do motorista

Tudo em cima, motorista?

Sabia que seu dia tá chegando? Confira quando e como a data surgiu nesse artigo!

Você sabia que o Brasil tem mais de 74 milhões de motoristas? É gente pra caramba! Talvez você não tivesse conhecimento deste número, mas pudesse imaginar que ele é tão expressivo ao observar a quantidade e frequência de congestionamentos e acidentes de trânsito que ocorrem no dia a dia, especialmente nas grandes cidades.

A verdade é que o ato de dirigir, por ser um hábito para muitos, acaba passando despercebido e se tornando natural em nosso dia a dia. Mas é preciso lembrar que boa parcela da população tira dessa habilidade o sustento, ou seja, trabalham como motoristas!

Pensando em valorizar essa habilidade e os profissionais que passam seus dias conduzindo carros, motos e caminhões é que foi criado o dia do motorista, comemorado dia 25 de julho. Continue a leitura e saiba mais sobre essa data!

Quando é comemorado o dia do motorista?

A princípio, a proposta era homenagear apenas os caminhoneiros. Não é para menos, afinal, esses profissionais são essenciais para a economia do país.

Para se ter noção, uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Transporte identificou que mais da metade das cargas transportadas por aqui acontece pelas rodovias, sob a responsabilidade deles. Em países como o Canadá, por exemplo, o número não chega a 10%.

Outra prova de sua relevância foi a greve ocorrida em 2018. Quem se lembra? Toneladas de alimentos estragaram nas estradas, que foram bloqueadas por 11 dias. Faltou combustível. As vendas caíram 0,6%, a indústria desacelerou sua produção em mais de 10%, e o Produto Interno do Bruto (PIB) foi afetado, causando uma repercussão não só econômica, mas política e social. Estima-se que os prejuízos chegaram à casa dos R$ 16 bilhões.

Com tamanha importância, era de se esperar que uma data fosse dedicada em reconhecimento ao trabalho dos caminhoneiros. Assim, em São Paulo, ainda na década de 1980, o dia 30 de junho foi escolhido.

Na época, até uma lei foi criada, a Lei nº 5.487. Em sua descrição, não houve distinção entre quem transportava cargas leves ou pesadas, abrangendo a comemoração para todos que operassem no ramo.

Mais de 2020 anos depois, uma nova celebração foi pensada, dessa vez com relevância nacional, mas ainda focada nos caminhoneiros: o dia 16 de setembro. Tá, mas e o motorista?

A ideia para o dia do motorista teve influência religiosa. No calendário cristão, o dia 25 de julho é o dia de São Cristóvão. O santo é conhecido como padroeiro dos motoristas e viajantes.

Conta-se que ele evangelizava pessoas enquanto servia como ponte, carregando-as de um lado a outro de um rio. Dessa forma, a data acabou sendo “aproveitada” para celebrar o trabalho daqueles que passam parte do dia atrás do volante, servindo as pessoas.

Qual é a importância do dia do motorista?

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), dos 1,5 milhão de pessoas que trabalham com transporte de passageiros e entrega de mercadorias, mais de 60%, isto é, cerca de 922 mil são motoristas, seja de aplicativo, delivery ou taxista convencional.

Trata-se de uma parcela considerável de indivíduos dedicados a essa função, não acha? Durante o isolamento social, até mesmo nos meses mais críticos, quando a média de mortes e casos era mais alarmante, esses profissionais continuavam nas ruas, disponibilizando seu tempo e bem-estar para suprir uma demanda cada vez maior. Estamos falando daqueles que não apenas ligam pessoas de um lugar a outro, mas de uma profissão que emprega milhares de homens e mulheres.

É importante ressaltar que o intuito do dia do motorista não deve ser apenas homenagear esses profissionais, mas conferir o devido respeito e reconhecimento no dia a dia. Para aqueles que estão vinculados a empresas, no setor de logística por exemplo, a valorização pode acontecer por meio de ações de desenvolvimento que proporcionem, inclusive, uma ascensão na carreira e a oportunidade de crescer.

Quais práticas são essenciais para ser um bom motorista?

Tão importante quanto ser reconhecido é ser valorizado como um motorista consciente. Descubra quais comportamentos adotar para ser exemplar no trânsito.

Atenção ao dirigir

Você tem o hábito de olhar o celular enquanto dirige? Mesmo que seja rapidinho, para ler alguma notificação, essa atitude pode ser fatal para você, outros condutores e passageiros. Um estudo divulgado pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego apontou que o uso do telefone móvel é a principal causa de acidentes, especialmente entre pessoas de 20 a 39 anos.

Para se ter uma ideia, utilizar o aparelho enquanto trafega a 80km/h equivale a dirigir com os olhos vendados por 100m! Consegue imaginar o perigo? Sem dúvida, não é um ato inofensivo. Além dessa possível consequência, se o condutor for flagrado, ele vai precisar desembolsar uma multa no valor de R$ 130,16 e perder 4 pontos na CNH.

Pontualidade

Boa parte de quem depende do serviço desse profissional conta com sua boa habilidade para dirigir e pontualidade. Para ser pontual, é indispensável trabalhar com planejamento, organizando bem sua agenda e compromissos do dia, de forma que os clientes não sejam impactados por imprevistos, ou que isso aconteça da mínima forma possível.

É compreensível que variáveis influenciem no horário de transporte, principalmente se for um caminhoneiro. Os longos percursos em estradas que nem sempre favorecem uma boa direção, aliada a diferentes condições climáticas e situações adversas na própria via, podem comprometer um prazo. Na hora de dar essa informação ao cliente, vale se basear em experiências anteriores para não perder a credibilidade.

Respeito

Quando se associam as palavras “trânsito” e “respeito”, lembra-se, em geral, do respeito que se deve ter à legislação. Essa pauta é levantada com frequência no início da vida do motorista, inclusive, antes de ele se tornar um, durante as aulas teóricas da autoescola e durante o exame do Detran.

Compreende-se que pela quantidade de leis e sinalizações relacionadas, é a vivência em si que vai consolidar os conhecimentos do condutor. Mas quanto melhor for sua base, melhor! Melhor para o trânsito e para ele, que preserva sua vida e seu bolso.

Vale reforçar que esse respeito também abrange o respeito aos outros indivíduos. Como algumas das atividades de um motorista envolvem o contato e interação com outras pessoas, a cordialidade, gentileza e respeito se faz necessárias para um bom atendimento.

Paciência

A violência no trânsito é uma das principais causas de morte. Tão preocupante quanto a imprudência, a agressividade aliada a impaciência pode ser fatal. O estresse é compreensível. Às vezes são horas em uma fila de veículos, aguardando um semáforo ficar verde. Às vezes é difícil segurar o palavrão quando alguém “lhe fecha” ou faz uma ultrapassagem perigosa que quase compromete seu retrovisor.

Mas é essencial que todos que fazem parte do trânsito entendam que o preço da impaciência é alto demais e não compensa. Foque em ser racional e preze pelo bom convívio sempre! Não dá para saber quem está por trás do volante do lado. Não arrisque sua vida em uma briga de trânsito.

Segurança

A segurança é uma responsabilidade coletiva. A maneira de fazer sua parte é adotando práticas de direção defensiva. Se virar um hábito, será mais fácil sair de situações complicadas quando dirigir de forma defensiva não for mais uma opção e sim uma necessidade.

Conduzir de modo seguro também é um meio de zelar pelo seu veículo, sabia? Prevenindo-se contra acidentes você o valoriza, sem exigir demais do carro e preservando o funcionamento dos sistemas mecânicos. Em resumo, só tem a ganhar!

Como praticar a direção defensiva?

Provavelmente a primeira vez que ouviu sobre direção defensiva foi na autoescola. De lá para cá, novas leis e regras foram estabelecidas, mas o básico se mantém relevante! Veja algumas dicas do Gringo!

Faça manutenção periódica

A manutenção preventiva é como um check-up médico. Depois de uma boa análise, o mecânico vai consertar eventuais falhas e aperfeiçoar o funcionamento do automóvel. Ainda que se mostrem úteis a princípio, tutoriais da internet não são a melhor alternativa e podem gerar um prejuízo maior para reverter. Então, conte com um mecânico ou oficina de confiança para realizar os reparos necessários no seu carro!

Aqueles que fazem manutenção preventiva estão investindo para que seu bem dure mais tempo e consigam um valor mais alto na hora de troca-lo ou vende-lo! Além disso, poderão trafegar tranquilamente, sabendo que a máquina está em boas condições. Se tiver dúvidas sobre a periodicidade, consulte o manual do proprietário.

Mantenha a documentação em dia

Início de ano traz consigo algumas despesas a mais para quem possui transporte particular: IPVA, licenciamento etc. Os valores variam de ano para ano, porque respeitam umas condições, porém é importante que o condutor faça um planejamento financeiro durante os meses anteriores para não ficar apertado.

O não pagamento desses tributos pode lhe levar a perder o direito de dirigir temporariamente. Para quem depende do automóvel para trabalhar, o orçamento familiar vai ser prejudicado! Sem contar os juros que são acarretados pelo atraso. Não deixe que isso aconteça! Se não puder arcar com a quantia cheia, fala com a gente! O Gringo dá a possibilidade de parcelar o IPVA em até 12x.

Atente à postura na direção

Não existe uma posição 100% certa para dirigir, mas uma regra importante é que não se deve priorizar apenas o conforto. Saiba que, sem o acerto correto do banco, até o cinto de segurança pode lhe deixar na mão durante uma colisão. Na hora de ajeitar, o condutor precisa posiciona-lo de maneira que se sinta confortável, mas considerando o espaço até os pedais, alcançando-os sem esforço. Nem a panturrilha nem a parte posterior do joelho devem encostar no banco.

É recomendado que, durante longas viagens (superiores a 3 horas), o motorista faça intervalos, mesmo que curtos, para relaxar sua postura. Fazendo isso, ele vai evitar dores no futuro, principalmente na lombar, que pode ficar sobrecarregada ao ser mantida numa mesma posição por muitas horas.

Uma pausa para o café é positivo até para o ânimo! Ao parar alguns minutos, você bate papo com outro motorista, troca experiências e se recupera rapidamente para a próxima viagem. Faça o teste!

Monitore sua carteira de habilitação

Você já recebeu uma multa que não estava esperando? A situação é comum e acontece por inúmeras razões: às vezes, o condutor está desatento à sinalização, não conhece bem a via, precisou fazer uma manobra considerada perigosa etc. Então, semanas depois, recebe uma carta do órgão de trânsito informando a penalidade e cobrando a multa.

Para não correr o risco de isso acontecer, cultive o hábito de monitorar sua carteira de habilitação. Dá para fazer isso no aplicativo da CNH digital, mas com o Gringo também é possível. A segunda opção é ainda mais atrativa por reunir ainda mais benefícios para o condutor, garantindo que ele tenha mais funcionalidades à mão.

Quais são as frases comuns de todo motorista?

Os condutores, como em diversas profissões, criam seus próprios dialetos e gírias, que só eles entendem. Por isso, ao ouvir um conversando com outro, é provável que alguém que não dirija sequer compreenda o que querem dizer. Vamos ver se você consegue reconhecer esse discurso?

Pinóquio

Usa-se essa expressão quando o motorista está desatento ou dirigindo com sono.

Tear

O significado tradicional de tear não tem nada a ver com o objetivo para o qual os condutores a usam no dia a dia. Eles falam tear ao se referir a namorar, paquerar.

Soltou as correias

Soltar as correias pode ser entendido como perder as estribeiras. É uma expressão usada para descrever alguém que está perdendo a paciência.

Balançar o banheiro

Fala-se em balançar o banheiro quando acontece a famosa fechada entre um veículo e outro. É comum, inclusive, que após balançar o banheiro, alguém solte as correias… enfim.

Cano cheio

O termo se aplica ao motorista que está com os torques, pressão e marcha corretos. Em outras palavras, como todos devem estar!

O reconhecimento a esses profissionais, sejam eles certificados ou não, é essencial para que se sintam valorizados. Nesse artigo destacamos em diversos momentos sua relevância para a economia do país. Após as fases mais difíceis da pandemia, revelou-se ainda sua importância para os novos hábitos de consumo e comportamento humano. Se você conhece um motorista ou é um, parabenize-o em seu dia, lembre-o de seu valor!

Quer um lugar prático para acompanhar multas de trânsito e monitorar sua CNH? Baixe o Gringo!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo

O Super App que simplifica a vida do motorista! IPVA, CRLV, Licenciamento, CNH e mais.
O Super App que simplifica a vida do motorista! IPVA, CRLV, Licenciamento, CNH e mais.

Baixe o App do Gringo

  1. Mire a câmera do celular na imagem
  2. Você vai direto para a loja de aplicativos
  3. Clique em baixar app