Pesquisar
Close this search box.

Como transportar cachorro no carro? Saiba mais!

Dirigir transportando o seu animal de estimação de forma inadequada é uma infração de trânsito. Então, saiba como levar cachorro no carro.

Consulte aqui

Resolva os débitos do veículo de forma simples e rápida
Vamos enviar um código de confirmação no seu telefone para continuarmos. A confirmação do telefone é para garantir a segurança dos seus dados.

Consulte aqui os débitos do seu veículo

como transportar cachorro no carro

Fala motorista!

É muito prático poder levar seu pet com você para onde quiser, não é? Porém, como transportar cachorro no carro? Apesar de não ser uma prática proibida, conforme o artigo 252, inciso II, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir com o seu animal de estimação entre braços e pernas pode ocasionar na aplicação de multa e perda de pontos na CNH.

Sendo assim, é importante conhecer os principais cuidados que devem ser tomados para levar o cachorro no carro corretamente e, assim, evitar multas e penalidades. Mas não se preocupe, já que listamos todos eles aqui. Dá só uma olhada!

Considere a caixa de transporte

No caso de cães de pequeno porte, até 25 kg, uma boa opção de como transportar cachorro no carro é contar com a caixa de transporte. Isso porque, além de apresentarem alta durabilidade, alguns modelos têm proteção contra bactérias.

Mas é importante que a caixa escolhida seja bem ventilada, grande o suficiente para que o animal possa ficar em pé e consiga dar uma volta completa. Além disso, é necessário fixá-la bem com o cinto de segurança do carro para não sair do lugar no decorrer da locomoção.

Utilize o cinto de segurança canino

Caso o automóvel não tenha espaço suficiente para a caixa de transporte ou o seu cachorro não se acostumar com a caixa, uma alternativa é o cinto de segurança canino. Afinal, é um acesso com modelo especial para pets de todos os tamanhos.

Diferentemente dos cintos comuns, o cinto canino apresenta um adaptador que engloba todo o peito, os ombros e as costas do cãozinho, proporcionando a segurança necessária. É feito de um material acolchoado e tem um prendedor fixado na trava do cinto de segurança do carro. Assim, delimita a movimentação do animal e evita que ele seja arremessado para frente em caso de acidentes.

Opte pela cadeirinha para cães

A cadeirinha é uma alternativa para quem tem cachorros de pequeno porte e que não se acostumaram com a caixa de transporte. Esse é um tipo de cesto acoplado ao banco traseiro, onde o cão é colocado e preso por uma coleira peitoral. Porém, é essencial que a cadeirinha seja do tamanho ideal para o seu pet, pois, assim, ele poderá aproveitar o passeio com conforto e segurança.

Coloque uma divisória de metal

As divisórias de metal podem ser colocadas entre os bancos dianteiros e suas laterais. Dessa forma, o cachorro não consegue pular para a parte da frente do veículo nem colocar a cabeça pela janela. Elas proporcionam liberdade para o pet, mas sem atrapalhar o motorista. Por outro lado, essa não é a opção mais segura, levando em conta que o cão fica solto e corre o risco de ser lançado contra a grade em caso de possíveis acidentes.

Não deixe o cachorro colocar a cabeça para fora

Além de ser uma prática proibida por lei, não é recomendada porque aumenta o risco de entrarem insetos ou ciscos no olho do cão. Sem falar que o vento provoca ressecamento ocular e pode desencadear úlcera na córnea.

Mantenha a temperatura adequada

Como os cães possuem pelos, apresentam uma temperatura basal mais elevada e costumam ficar agitados durante o passeio, eles podem sentir muito calor. Para evitar que isso aconteça, procure refrescar o automóvel antes de entrar com o pet. Outra opção é manter as janelas abertas ou ligar o ar-condicionado. No último caso, o filtro de ar precisa estar limpo para impedir alergias e demais problemas respiratórios.

Agora que você já sabe como transportar cachorro no carro, escolha o meio mais adequado conforme as características do animal. Dessa forma, siga sua viagem com segurança, conforme a lei e prezando pelo conforto e segurança do seu amigo de quatro patas.

Este artigo foi útil para você? Então, curta as nossas redes sociais e fique por dentro de mais informações sobre veículos e viagem com segurança. Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!

 
Muito bom, paguei meu IPVA no PIX, foi muito fácil. Bem melhor que ir em lotérica!

Fórum de discussão

46 Responses

    1. Opa Marcos, tudo joia?
      Ficamos muito felizes que tenha gostado! 😊 Nosso objetivo, é sempre trazer conteúdo de qualidade, para ajudar nossos amigos sempre!
      Um abraço e conte comigo #SeuAmigoGringo🚗💙

  1. olá tudo bem? tem chances de levar multa se deixar meu cachorro no porta malas sem aquela tampa preta? ele não consegue passar pra frente, porém fica solto. Ele fica confortável…bem ventilado e cm janelinha dos lados.

    1. Fala Jonathan, tudo joia?
      Como o seu porta-malas está sem a tampa preta, pode transportar mas com condições. De acordo com o CTB, os animais não podem estar soltos no veículo, incluindo o porta-malas. Assim, o pet deverá estar preso com guias, cinto de segurança ou dentro de uma caixa de transporte. Mesmo em trajetos curtos, pode expor o pet a riscos desnecessários, como alta velocidade e batidas. Fora dessas condições, estará passível a multa e pontos na CNH. Beleza?
      Um abraço e #chamaoGringo 🚗💙 sempre que precisar

    1. Olá Samara! Tudo joia?
      Geralmente, você precisa comprar 2 assentos para que o pet viaje em uma caixa transportadora no assento do lado preso com o cinto de segurança. Mas cada empresa de ônibus possui suas exigências sobre o transporte de animais. Por isso antes de viajar, é necessário que entre em contato com a empresa para saber se transportam animais e quais as regras. Tudo bem?
      Um abraço e #chamaoGringo 🚗💙 sempre que precisar!

    1. Oii Sumara! Tudo certo por aí?
      Não indicamos amiga, mas não existe uma lei que impeça isso. É necessário fixá-lo bem com o cinto de segurança do carro para não sair do lugar durante a locomoção. Lembrando que há multa caso o motorista esteja com algum animal solto, sem nenhum tipo de proteção.
      Conte sempre comigo e #chamaOGringo🚗💙, viu?

  2. Olá!
    Eu gostaria de saber se após realizar o pagamento do IPVA e Licenciamento do meu veículo pelo aplicativo Gringo, a baixa em sistema é instantânea ou quanto tempo leva, em média, para constar que o veículo está regular.

    1. Fala ícaro, como vai?
      Após a confirmação de pagamento, o prazo para a baixa da pendência vai depender da quantidade de débitos que possui na sua placa. Se tiver apenas o IPVA (sem divida ativa) e o Licenciamento, o prazo para a baixa ocorrerá entre 3 e 10 dias úteis. Qualquer dúvida ou se precisar de algum auxílio, você pode enviar um e-mail para [email protected] ou clicar no link http://bit.do/chamaogringo. Se preferir, pode salvar o número 11910844653 e chamar no WhatsApp! Belezinha?
      Um abraço e #chamaOGringo🚗💙 sempre que precisar!

  3. boa noite! posso transportar o pet no banco da frente, mas utilizando o cinto de segurança próprio para pet?

    1. Boa tarde, Simone! tudo bem?
      Amiga, os pets precisam ser transportados no banco de trás do veículo, mesmo com o cinto de segurança apropriado. Pois, em casos de acidente o impacto é menor no banco traseiro do veículo. Belezinha? Sempre que precisar, conte conosco. 🤗💙

  4. Tenho uma pickup Saveiro cabine simples e estou de mudança de estado. Minha esposa como passageira pode travar o cinto do cachorro (pequeno porte) com o dela?

    1. Boa tarde, Euker! tudo bem?
      Não amigo, o cachorro precisa ser transportado no banco de trás e com o cinto do pet fixado no veículo. Essa medida é necessária para a segurança do cão e para vocês não receberem uma multa. Belezinha? #chamaOGringo🚗💙

    1. Olá Lane! Tudo joia? 😀 Não amiga, você precisa transportar o cachorrinho com o cinto de segurança apropriado para o pet ou na caixa transportadora apropriada no banco de trás. Essa medida é para a segurança dos nossos pets, não transportar o pet de forma adequada o motorista comete uma infração grave e receberá 5 pontos na sua habilitação e multa. Belezinha? 😉 Sempre que precisar, conte conosco. #ChamaOGringo🚗💙

    1. Olá Lucas! Tudo joia?😉 Não amigo, o pet deve ser transportado no banco traseiro do veículo, com o cinto apropriado, na caixinha ou na cadeirinha. Pela segurança do animal, o transporte inadequado dos pets é uma infração grave e resulta em multa e 5 pontos na CNH. Belezinha? Sempre que precisar, conte conosco. #ChamaOGringo🚗💙

  5. Tenho um Saveiro 2007. Posso transportar meu cachorro na carroceria dentro de uma caixa própria?

    1. Olá Pedro! Tudo bem? 😀 Não amigo, o transporte do pet tem que ser realizado no banco traseiro do veículo, na caixinha apropriada ou com o cinto de segurança do pet. Os animais necessitam ser transportados com o máximo de segurança, o transporte inadequado é uma infração grave e resulta em multa e 5 pontos na CNH. Beleza? Sempre que precisar, conte conosco. #ChamaOGringo🚗💙

  6. Olá !!!

    Em viagens longas pra outro estado o que é necessário exatamente, em questão de transporte e de documentação do pet no caso seria gato e cachorro.
    devo levar somente na caixa ? posso levar no cinto canino? a caixa pode ir no banco de trás? como devo prender a cx ao cinto?
    estou obtendo várias informações diferentes.

    1. Olá Joice! Tudo joia? 😀 Amiga, os pets são sensíveis a viagens e quando são longas gera muito estresse. Para viajar em segurança, o ideal é está portando os documentos do pet e autorização do veterinário atestando que o pet está apto para viagem. O veterinário irá te informar se será necessário aplicar algum medicamento e o que pode ser servido para os animais na viagem. Os pets devem ser transportados sempre no banco de trás, pode ser o cinto canino que apresenta um adaptador que engloba todo o peito e tem um prendedor fixado na trava do cinto de segurança do carro. Pode ser a caixa transportadora que seja bem ventilada, grande o suficiente para que o animal possa ficar em pé e consiga dar uma volta completa. Além disso, é necessário fixá-la bem com o cinto de segurança do carro. Belezinha? Sempre que precisar, conte conosco. 😉💙

  7. Faço taxidog em Brasília e também viagens locais e interestaduais. Já fiz algumas distâncias acima de 1000km (Rio-de-Janeiro, Bahia, Mato-Grosso, etc). Levo na caixa de transporte ou com coleira e guia presas ao cinto de segurança. No percurso não dou comida para não enjoarem. Se a viagem for longa, dou um petisco.
    Nas paradas a cada 3 ou 4 horas, desço com eles do carro, para andar e fazerem as necessidades, dar água e limpar o carro, se eles sujarem.
    Sempre os levo no banco de trás e presos com o cinto. Uma dica é chegar os bancos dianteiros o mais pra trás possível. Desta forma, evita que os pets caiam entre os bancos. Se os levarem no porta-malas, em carros Hatch ou Wagon, dá pra prender a guia no cinto de segurança, passando-a por baixo do banco.

    1. Boa tarde ! Tudo bem Anderson?

      Amigo! Obrigado por compartilhar conosco suas experiências, afinal os animais são nossos amigos. Não é mesmo? Os pets são sensíveis a viagens e quando são longas gera muito estresse. Para viajar em segurança, o ideal é está portando os documentos do pet em dia e autorização do veterinário atestando que o pet está apto para viagem. O veterinário irá te informar se será necessário aplicar algum medicamento e o que pode ser servido para os animais na viagem. Os pets devem ser transportados sempre no banco de trás, pode ser o cinto canino que apresenta um adaptador que engloba todo o peito e tem um prendedor fixado na trava do cinto de segurança do carro. Pode ser a caixa transportadora que seja bem ventilada, grande o suficiente para que o animal possa ficar em pé e consiga dar uma volta completa. Além disso, é necessário fixá-la bem com o cinto de segurança do carro.

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

    1. Boa tarde! Tudo bem Larissa?

      A princípio, o Código de Trânsito não estabelece o número máximo que cachorros que o condutor pode transportar no carro. Entretanto, é preciso que o animal seja levado de forma segura. Para isso, é indispensável o uso de equipamentos de segurança, como peitoral, cadeirinha, caixa transportadora e grade de proteção. Por isso, cabe ao tutor saber quantos animais poderá levar com conforto e segurança dentro do veículo.

      Amiga! Além disso, o motorista que levar mais de um cachorro no carro deve ter atenção redobrada, pois quanto maior o número de animais dentro do veículo, será preciso ter mais cuidado para evitar acidentes.
      No mais, se o condutor perder a concentração para cuidar dos pets e for flagrado, terá que arcar com as penalidades. Belezinha?

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  8. Olá , bom dia .
    Estou pensando em comprar um labrador e estou no impasse só por conta do transporte e queria tirar uma dúvida. Posso viajar com ele preso no meu cinto e minhas duas filhas nas cadeirinhas ? No caso três pessoas atrás e ele ?

    1. Boa tarde! Tudo bem Thaina?

      Transportar cachorro no carro é uma prática permitida. Entretanto, é preciso que o animal seja levado de forma segura. Para isso, é indispensável o uso de equipamentos de segurança, como peitoral, cadeirinha, caixa transportadora e grade de proteção.
      Além do mais o labrador é um cachorro de grande porte não é aconselhado transporta-lo deste jeito. E transportar de forma inadequada pode acarretar em multas. Belezinha?

      Um abraço do #SeuAmigoGringo🚗💙 e qualquer dúvida, é só chamar!

  9. Podemos viajar no carro, eu, meu esposo (um em cada cinto) e minhas duas cachorrinhas presas ao mesmo cinto de segurança no banco de trás? Uma tem 8kg e a outra 13kg.
    Obrigada.

    1. Olá, Letícia! Tudo bem?!
      O método mais seguro de transporte de animais em carros, seria usando a caixa de transporte ou o cinto de segurança canino, ambos fixados corretamente ao cinto de segurança do veiculo e cada animalzinho com o seu.
      Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo🚗💙

  10. Boa noite! Posso viajar com 5 pessoas no carro e uma cachorrinha pequena dentro da caixa transportadora?

    1. Oi, Suellen, como vai?
      Por questões de segurança, a caixa de transporte precisa estar presa no cinto! Dessa forma, mesmo que seu animalzinho esteja na caixa, será necessário ter um cinto disponível para prender a caixa.
      Um abraço e qualquer dúvida #chamaOGringo 🚗💙

  11. oiee!! posso fazer uma viagem com 5 pessoas no carro, e 1 shih tzu no banco de trás usando peitoral? ou seja: atrás seriam 3 pessoas e 1 cachorro

    1. Olá, Bella! Tudo bem?!
      O ideal é ter um cinto de segurança para cada passageiro, incluindo o animal de estimação, pensando na segurança de todos os viajantes.
      Além disso, é importante mencionar que, em alguns lugares, existem normas específicas sobre o transporte de animais em veículos, e em casos de fiscalização, você pode ser orientado a utilizar equipamentos de segurança específicos para o transporte de pets.
      Um abraço e #chamaOGringo 🚗💙

  12. EU quero viajar com meu cachorro Para viagem de 2 dias seguido Como devo fazer quais cuidados

    1. Olá, Raquel! Tudo bem?!
      Primeiro deve ser feito um planejamento da rota, levando em consideração pontos de parada e confirmando a presença de clínicas venterinárias próximas, em caso de necessidade.
      É importante conferir a saúde do pet e mantê-lo com identificação, além de estar com carteira de vacinação em dia. Nunca se esquecendo de transporta-lo em condições seguras e providenciar alimentação e hidratação para o animalzinho.
      Um abraço e #chamaOGringo🚗💙

  13. Vou viajar e preciso levar a minha podle porte pequeno. só que vão 03 pessoas nos bancos traseiros, eu comprei um cinto de segurança para cães, daquele modelo que prende no encosto do banco, e ela irá no meu colo, será que tem algum problema?

    1. Olá, Erondina! Tudo bem?!
      Se possível, é sempre recomendável que os animais de estimação sejam transportados de maneira segura e confortável durante viagens de carro. Existem várias opções disponíveis, como caixas de transporte, grades divisórias ou cintos de segurança específicos para animais, que podem ser presos aos pontos de fixação do cinto de segurança no veículo.
      Se o seu cão é pequeno o suficiente para viajar confortavelmente em uma caixa de transporte adequada ao tamanho dele, essa seria a opção mais segura. Se não for possível, considere instalar uma grade divisória ou utilizar um cinto de segurança específico para animais preso ao sistema de fixação do veículo.
      Um abraço e #ChamaOGringo 🚗💙

  14. Boa tarde!
    tenho uma cadela porte médio e meu carro é uma.montana que não é cabine dupla mas cabe uma cadeirinha atrás do banco. posso leva- lá em uma viagem interestadual?

    1. Olá, Sandra! Tudo bem?!
      Sim, você pode levar sua cadela em uma viagem interestadual, desde que você tome as precauções adequadas para garantir o conforto e a segurança dela durante a viagem.
      Certifique-se de que sua cadela está devidamente acomodada no veículo. Se ela for viajar no banco de trás, você pode usar uma cadeirinha de transporte para cães ou uma caixa de transporte segura.
      Se ela for viajar na caçamba da sua Montana, certifique-se de que ela esteja segura em um transportador apropriado ou use uma grade divisória para garantir que ela não possa pular para fora do veículo.
      Um abraço e #ChamaOGringo 🚗💙

  15. Dúvida. Tenho um PUG, porte pequeno, posso colocar ele na caixa de transporte e colocar ele sobe os pés de um dos passageiro de tras? No caso entre o banco da frente do passageiro e o banco de tras. Motivo: Precisamos levar ele de Curitiba para São Paulo com 5 pessoas no carro.

    1. Olá, Allybonny! Tudo bem?!
      Ao planejar uma viagem de carro com um cachorro e outras cinco pessoas, é essencial considerar opções seguras e confortáveis para todos os ocupantes. Uma alternativa é usar cintos de segurança especiais projetados para prender o cachorro no banco traseiro, garantindo sua segurança enquanto limita sua movimentação. Outra opção é instalar uma grade de proteção ou rede divisória entre o banco traseiro e o porta-malas para manter o cachorro separado dos passageiros. Se viável, dividir o grupo em dois veículos pode proporcionar uma viagem mais segura e confortável para todos, incluindo o cachorro.
      Independentemente da opção escolhida, é importante fazer paradas regulares durante a viagem para permitir que o cachorro se alongue, beba água e faça suas necessidades. Além disso, certifique-se de que o cachorro esteja confortável e bem hidratado durante toda a jornada.
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

  16. Tenho um veículo Cargo (placa vermelha) e um amigo me pediu pra fazer sua mudança de SP para o RJ. Serão algumas caixas 2 cães e um gato. Por causa da placa vermelha, tenho que parar no posto fiscal na divisa dos estados. Mesmo com o dono a bordo, preciso apresentar alguma documentação e se sim, qual seria? Obrigado!

    1. Olá Antonio, tudo bem?
      Além dos documentos de porte obrigatória, que são a CNH e o CRLV, são necessários documentos como guia de transporte e eventualmente autorizações específicas, dependendo da natureza da carga e das regulamentações de cada estado.
      É importante verificar com antecedência quais são os documentos exigidos para o transporte da carga específica que você pretende levar, então aconselho que consulte o Detran do seu estado para informações mais detalhadas e especificas a sua situação.
      Um abraço e qualquer dúvida #ChamaOGringo🚗💙

  17. Olá!
    Posso viajar com minhas duas filhas atrás nas cadeirinhas e meu golden de 1 ano e meio, porte grande, no banco de traz? O cão fica no meio ou na lateral? Para o cão é somente uma peitoral e cinto de segurança? E as documentações para ele quais seriam? A viagem seria interestadual longa, 700km.

    1. Olá Jordana, tudo bem?
      Para a segurança do seu cãozinho e de todos os ocupantes do veículo, recomendo que ele seja transportado no banco de trás. É preferível que ele fique no banco de trás central, caso haja um cinto de segurança específico para animais de estimação ou um assento próprio para cães.
      Para o seu golden, é recomendável o uso de um cinto de segurança específico para animais ou um assento próprio para cães, que permita que ele fique confortável e seguro durante toda a viagem. Uma peitoral pode ser útil para manter o cão seguro no lugar, mas é essencial que seja utilizada em conjunto com um cinto de segurança apropriado.
      Quanto à documentação, é importante que seu cão esteja com a carteira de vacinação em dia, especialmente a vacina antirrábica. Dependendo do destino da viagem, pode ser necessário portar um atestado de saúde emitido por um médico veterinário.
      Antes de viajar, também sugiro que você consulte o veterinário do seu cão para garantir que ele esteja apto para a viagem e receber orientações específicas para o transporte dele. Espero ter ajudado e se precisar de mais alguma informação ou suporte, estamos à disposição para ajudar! 💛
      Um abraço e #ChamaOGringo🚗💙

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo