Tabela Fipe, o guia completo

Tabela Fipe

O que é, de onde veio, aonde vive e o que faz?

Brincadeiras à parte, motorista, sabemos que os assuntos “o que é a Tabela Fipe?”, “como calcular valor da Tabela Fipe” e outros são muito comuns. Por isso, o Gringo veio aqui tirar todas as dúvidas sobre a famosa Tabela e te ensinar como consultá-la. Vem com a gente nesse post

O que é a Tabela Fipe?

Vamos começar pelo começo e de forma simples, rápida e fácil: a Tabela Fipe é o que determina o preço médio de veículos. Segundo o site oficial da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), ela é definida assim:

A Tabela Fipe expressa preços médios de veículos anunciados pelos vendedores, no mercado nacional, servindo apenas como um parâmetro para negociações ou avaliações. Os preços efetivamente praticados variam em função da região, conservação, cor, acessórios ou qualquer outro fator que possa influenciar as condições de oferta e procura por um veículo específico.

Ou seja, se você quiser saber o preço médio de algum automóvel dentro do mercado nacional, ou seja, aqui no Brasil, seja para vender ou comprar, é só consultar a Tabela. Lembrando que esse é um valor médio, isso quer dizer que você não precisa levar a ferro e fogo esse preço caso ele não for o ideal pra você em qualquer uma das situações, mas é um total que pode ser consultado por todos, então como comprador ou como vendedor, o público também vai ter acesso a essa Tabela para avaliar as ofertas.

Esses preços variam de acordo com o Estado de cada veículo, considerando principalmente o ano de fabricação, a conservação do mesmo, quilometragem e equipamentos. Esses detalhes que modificam os preços, para mais ou para menos, são chamados de “fatores de correção”. O mercado de seguros e de financiamentos também utiliza bastante a Tabela Fipe como referência.  

O valor para carros e utilitários da FIPE são mostrados a partir do ano modelo de 1985. Já para caminhões (só cabine, sem contar a carreta) e micro-ônibus, desde 1981, e para motos, triciclos e quadriciclos, desde 1990

Ah, motorista, é bom enfatizar que essa consulta é gratuita e está em constante atualização de preços

Como é feito o cálculo da FIPE?

Esse cálculo é feito a partir da média de valores que foram anunciados pelos vendedores do mesmo veículo, considerando, claro, o mesmo modelo – ano – cor e outras especificações e desconsiderando valores extremamente baixos ou altos. Isso vale para os seminovos ou usados; já para os carros 0km ou novos, o preço de entrada, intermediário e o destinado ao consumidor final com pagamento à vista são os principais considerados pelo índice da Tabela. 

No entanto, são desconsiderados na FIPE os veículos de venda especial (por exemplo, os blindados, transformados de alguma forma, para governos etc), marcas não consolidadas no mercado brasileiro e veículos de fabricação própria ou teste.

Como consultar os valores da Tabela Fipe?

Agora aquela informação que nós gostamos, não é mesmo, motorista? Vamos falar de valores. O Gringo vai ensinar duas formas, passo a passo, pra você poder consultar o valor dos veículos na Tabela Fipe. A primeira delas é – rufem os tambores – a consulta direto pelo site do Gringo

Gringo: Preços de Carros e Motos – Tabela FIPE

Se você quiser vender ou comprar um automóvel, e até quem sabe, apenas fazer uma consulta em relação a quanto está valendo seu carro, caminhão ou moto, é só clicar neste link que vamos te redirecionar para a consulta da Tabela Fipe pelo Gringo. Você vai se deparar com esses campos: 

Depois de preencher todos eles com as informações referentes ao seu automóvel ou aquele que deseja consultar o valor, é só clicar no botão azul escrito “consultar” que sua busca estará completa. 

Mas como eu vou saber esses dados? 

Calma, motorista, vamos lá. O mês de referência é exatamente o mês que você está realizando a consulta, para saber o preço mais atualizado, ou o mês que você quer saber quanto estava na época. Por exemplo, pode ser que, em algum anúncio, alguém tenha escrito que está cobrando o preço de acordo com o estabelecido em janeiro, e que você esteja consultando em setembro, explicando que houve um aumento considerável e é por isso que foi utilizada outra data. 

As opções de “tipo de veículo” vão aparecer direto nesse campo, e são apenas três: carro, caminhão ou moto. A marca está determinada atrás do seu veículo, como Nissan, Peugeot, Honda etc. Agora, quando falamos de modelo e ano de fabricação, talvez você tenha que olhar no manual do seu veículo ou acessar as informações dele pelo seu cadastro no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) ou pelo aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), tudo de forma online. Aqui vai um exemplo de como fica a consulta:

Se você quiser fazer uma comparação de como esse valor variou ao longo do tempo, neste campo abaixo da tabela de valor escrito “escolha o ano para exibir a variação de preço”, você pode selecionar o ano de interesse que um gráfico irá aparecer mostrando essa nuance. Olha aqui como vai ficar:

Legal, não é? Agora vamos mostrar como fazer essa consulta pelo site oficial da Tabela FIPE. 

Consulta pelo site da FIPE

O primeiro passo é entrar no site oficial da FIPE, clicando neste link. Descendo um pouco a tela, você vai encontrar uma tabelinha que nem essa abaixo, que vai te permitir consultar o preço médio do veículo de sua escolha: 

Vamos seguir o exemplo da consulta de carros e utilitários na Tabela Fipe. Assim que você selecionar a opção, se você optar seguir pela “Pesquisa comum”, seguirá os mesmos passos explicados anteriormente, igual fazer pelo site do Gringo, especificando a data de consulta, a marca, o modelo e o ano do veículo. 

O resultado fica assim:

Existe também a opção de “Pesquisa por código Fipe”. Todos os carros possuem um código FIPE de acordo com seu modelo, marca e ano. O código possui seis números, um traço e um outro número chamado de validador que permitem identificar os veículos. O primeiro número diz respeito ao tipo de veículo, os dois seguintes mostram a marca e os últimos o modelo. 

Curiosidade: se o código Fipe começar com 0, isso já indica que o veículo é um carro. 

Se você já souber o seu, é só colocar o período de pesquisa e o código que vão aparecer as informações de valor. Caso você não saiba e queira descobrir, é só digitar no Google “Código Fipe” e o modelo do seu automóvel. A pesquisa fica desse jeito:

E já vem a média de preços da Tabela junto. 

Compra e venda de veículos 

Se você quer comprar ou vender um automóvel, lembre-se que não é só consultar a Tabela Fipe, anunciar ou comprar o primeiro que bater o valor. Fique sempre atento aos outros detalhes desse processo que já foram abordados no blog do Gringo.  

Se você quer vender um veículo, a primeira coisa que deve fazer é quitar todos os débitos dele como multas, taxas, IPVA e outras pendências do veículo. O Licenciamento deve estar atualizado para você conseguir começar o processo de venda. Se o seu veículo estiver em boas condições, a partir daqui você já pode anunciar e negociar os valores com os interessados. Lembre-se de fazer reparos necessários caso você queira valorizar o preço do seu automóvel, qualquer dano pode diminuir o valor médio anunciado pela Fipe. Para conferir os próximos passos, acesse o artigo Compra e venda de veículos: como vender um carro? do Gringo.

E se você for um comprador, também confira se o veículo no qual você está interessado está com todos os débitos em dia, bem cuidado ou com o preço de acordo com as particularidades anunciadas. Compare os preços dos anúncios com cuidado, da Tabela e das concessionárias e lojas, e sempre veja o automóvel que está interessado fisicamente, em um local público para sua segurança. O passo a passo também está no blog do Gringo, no artigo [Dicas] Veja como proceder na compra de um veículo usado.

Outras utilizações da Tabela Fipe

Você sabia que também utilizamos a Tabela Fipe para calcular o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores)? Lembrando que esse imposto é aquele que os proprietários de veículos pagam anualmente e que é recolhido por cada Estado de acordo com suas regras. 

O cálculo do IPVA é feito multiplicando o valor da alíquota do IPVA (valor percentual que é utilizado para calcular o valor do imposto final) do seu Estado e o valor do seu veículo segundo a tabela FIPE.

Durante a pandemia da COVID-19, muitas coisas mudaram no contexto mundial, certo? Isso influenciou em vários assuntos, especialmente em relação ao pagamento do IPVA. O aumento da inflação e do dólar, do preço dos combustíveis e a valorização dos carros usados e seminovos foram alarmantes. Se pensarmos que o valor do seu veículo pode subir devido ao contexto atual, então consequentemente o IPVA também sobe. 

A falta dos carros novos no mercado, e de peças e equipamentos importantes (principalmente pela alta do dólar e das barreiras da covid-19), ocasionou uma alta demanda para os carros usados e seminovos, que tiveram seus preços aumentados de uma forma brusca, ou seja, o valor do seu carro usado ou seminovo aumentou na FIPE. 

Todas essas informações sobre o aumento dos valores e o IPVA 2022 estão explicadas no nosso artigo do blog, é só clicar neste link que te levamos lá.  

Gostou do conteúdo, motorista? O Gringo tem uma comunidade lá no Facebook, você sabia? Lá nós discutimos sobre o mundo automotivo, tiramos dúvidas e compartilhamos opiniões. 

Acesse a comunidade e faça parte!

É só clicar aqui

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine para receber conteúdo exclusivo

O Super App que simplifica a vida do motorista! IPVA, CRLV, Licenciamento, CNH e mais.
O Super App que simplifica a vida do motorista! IPVA, CRLV, Licenciamento, CNH e mais.

Baixe o App do Gringo

  1. Mire a câmera do celular na imagem
  2. Você vai direto para a loja de aplicativos
  3. Clique em baixar app