Perdi minha CNH, posso dirigir com o boletim de ocorrência?

Perder a CNH é um imprevisto que pode acontecer com qualquer pessoa. Por isso, é preciso que você saiba como agir nesses casos e solucionar o problema.
perdi minha cnh posso dirigir com o boletim de ocorrência

Olá, motorista!

Uma dúvida comum entre os motoristas é: perdi minha CNH, posso dirigir com o boletim de ocorrência? No entanto, é preciso ressaltar que esse não é o único ponto a ser esclarecido, tendo em vista ser necessário entender a obrigatoriedade do documento, o que fazer nesse tipo de situação, como solicitar a 2ª via e quais alternativas podem ser usadas para evitar que isso ocorra.

Pensando nisso, elaboramos este artigo com os principais tópicos sobre o assunto. Confira abaixo tudo que você vai aprender por aqui hoje.

O que fazer se perder a CNH?

A perda de CNH, extravio ou roubo requer que algumas medidas sejam providenciadas de forma imediata para que problemas no futuro sejam evitados. Vejas quais são!

Fazer um Boletim de Ocorrência

Caso tenha perdido a sua CNH, o primeiro passo é realizar um Boletim de Ocorrência (B.O). Dessa forma, vai se resguardar a respeito do uso indevido do documento por terceiros. Nos dias atuais, já é possível realizar o B.O pela internet, o que simplifica a comunicação sobre a perda da CNH.

Verificar se está habilitado para solicitar o documento

Apesar de a solicitação da 2ª via da CNH ser um procedimento simples, existem alguns requisitos que devem ser respeitados, como:

  • estar com a CNH dentro da data de validade. Caso esteja, o ideal é pedir a renovação e não a segunda via;
  • não estar em débito com o Detran, por exemplo, atraso no pagamento de multas, IPVA, licenciamento, entre outros;
  • realizar a solicitação no estado onde a CNH foi emitida. Pode até ser solicitada em outro estado, no entanto, o processo será mais longo e complicado.

Reunir os documentos

Com o intuito de que a 2ª via da CNH seja providenciada o mais rápido possível, é importante juntar todos os documentos necessários para fazer a solicitação. Veja a lista abaixo:

  • documento de identificação (RG, CTPS, Passaporte, entre outros);
  • CPF;
  • foto 3×4 quando. Em alguns estados o próprio órgão de trânsito fica responsável por tirar a foto momento do pedido;
  • Boleto de Ocorrência com o registro da perda, extravio, furto ou roubo.

Solicitar a 2ª via

Após, você deve pedir a 2ª via da CNH. Esse procedimento pode ser feito por meio da internet, desde que você se encontre enquadrado nos critérios já apresentados.

A solicitação é realizada junto ao Detran responsável pela emissão da 1ª via. Além disso, é importante ressaltar que o pedido da 2ª via não é a mesma coisa que a renovação do documento, que ocorre quando a CNH se encontra vencida.

Então, basta acessar a página do órgão responsável, informar os dados solicitados e pagar a taxa de emissão do documento, que vai variar conforme o estado. A CNH será enviada pelos Correios ou pode ser buscada na unidade de atendimento presencial.

É possível dirigir só com o Boletim de Ocorrência?

A principal dúvida nesse momento é: perdi minha CNH, posso dirigir com o Boletim de Ocorrência? A resposta é não! Afinal, o B.O não serve como um documento por si só. Sendo assim, terá que solicitar a 2ª via da CNH para que possa dirigir.

O que diz a lei sobre isso?

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sem a Carteira Nacional de Habilitação se trata de punição grave, que pode levar à aplicação de multas e apreensão do veículo. Além disso, ficar sem o documento impossibilita o condutor de utilizar o próprio carro, o que pode gerar alguns prejuízos, principalmente se a pessoa faz seu uso para exercer atividade profissional.

Quais outras soluções podem ajudar nesse momento?

Além da alternativa de pedir a 2ª via da CNH pela internet, o avanço da tecnologia permitiu a criação da CNH Digital, com o intuito de facilitar a rotina do motorista e evitar que perca o seu documento físico.

Isso porque, a CNH-e é um aplicativo mobile que veio para proporcionar mais comodidade e segurança aos usuários. Também tem a mesma validade jurídica que a versão impressa, assim, caso prefira, pode deixar a CNH em papel em sua residência e levar somente a versão digital em seu smartphone.

Os motoristas podem ter acesso à CNH Digital por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, que se encontra disponível tanto no App Store e Google Play Store. Em seguida, basta apontar a câmera para o QR Code que fica na parte de trás do documento e tirar uma foto para que a ferramenta reconheça e faça a validação dos dados.

Caso tudo esteja correto, a CNH Digital será gerada. Porém, saiba que as CNHs emitidas antes de 2017, não terão o QR Code disponível para escanear. Nesse tipo de situação, você precisa solicitar a 2ª via e, depois do pagamento, receberá um código para registrar no aplicativo.

Como o Gringo pode ajudar você nesse sentido?

O App Gringo foi desenvolvido com o objetivo de simplificar a sua vida na hora de consultar informações sobre o veículo, inclusive, a situação da sua CNH (pontos, data de validade, entre outros). Consultar a CNH periodicamente é muito importante para manter tudo sob o controle e evitar os problemas que pontos em excesso ou data de validade vencida podem causar.

Ao utilizar a ferramenta Gringo, é muito mais fácil consulta e manter tudo em dia. Para isso, basta cadastrar o seu CPF e ver todas as informações relativas à sua habilitação. Também, você pode contar com profissionais qualificados para esclarecer todas as suas dúvidas e ajudar nos processos, de forma transparente, eficaz e segura.

Agora que você leu este conteúdo, toda vez que pensar: perdi minha CNH, posso dirigir com o Boletim de Ocorrência? Você já saberá a resposta, além de estar bem orientado quanto aos procedimentos que deve adotar para providenciar a 2ª via de forma rápida.

Quer conhecer melhor as soluções oferecidas pelo Gringo? Então, utilize o QR Code para baixar o App sem custo nenhum!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine para receber conteúdo exclusivo