Parcelamento do IPVA: é possível fazer? Saiba como!

Tudo bem, motorista? Você está prestes a descobrir como quitar seu IPVA em parcelas flexíveis, sem correr riscos de ir parar na dívida ativa
parcelamento do IPVA

Para quem tem seu próprio transporte, todo início de ano chega a temida hora de quitar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, ou seja, o IPVA. Se alguns condutores já tinham problemas para paga-lo, a pandemia intensificou a questão, visto que a crise tornou o tributo ainda mais caro.

Baseado na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Fipe, o preço do IPVA subiu, pegando muita gente de surpresa. Dá para quita-lo sem prejudicar o resto do orçamento familiar? O parcelamento do IPVA é possível? O CPF fica com restrição caso o pagamento não aconteça? O Gringo vai te ajudar!

Como acontece a dívida ativa no Detran?

Primeiramente, vamos esclarecer o conceito de dívida ativa. Sabe quando uma pessoa não paga o cartão de crédito e passa a dever à operadora? No caso da dívida ativa, a operadora é o governo — em sua esfera municipal, estadual ou federal.

Em outras palavras, mediante a falta de pagamento de um imposto como o IPVA, o contribuinte contrai uma dívida pública. O Departamento de Trânsito é um órgão estadual, o que torna possível a situação em questão.

Quando o débito do IPVA entra no cadastro de dívida ativa?

A partir de 30 dias após o vencimento do tributo (seja parcela ou pagamento único), o cadastro do contribuinte já pode estar constando na dívida ativa.

Isso significa que, mesmo não pagando no dia em si, ele ainda tem um mês para regularizar sua situação. Caso isso não aconteça, o governo comunica a Procuradoria Geral do Estado sobre o débito.

Quais as consequências disso?

Deixar de pagar o IPVA só traz desvantagens para o motorista. A primeira delas tem a ver com o acréscimo de multas e juros, comuns em qualquer atraso de pagamento. Além disso, sem IPVA quitado, não tem como fazer o licenciamento, a taxa que comprova a liberação do automóvel para transitar.

Sem esse comprovante, o proprietário está dirigindo de forma ilegal, isto é, se for parado em uma blitz, vai ser autuado e obrigado a pagar uma multa, levar 7 pontos na CNH — por se tratar de uma infração gravíssima — e ainda correr o risco de ter seu carro apreendido.

Em resumo, ao não pagar o tributo, você corre o risco de assumir uma dívida infinitamente maior e que, em pouco tempo, vai se tornar ainda mais difícil de quitar.

Como consultar a dívida?

A forma mais fácil de fazer isso é por meio do nosso aplicativo. Nele, você consegue acessar todos os débitos referentes ao seu veículo, inclusive se ele estiver inscrito na dívida ativa. A vantagem está disponível para moradores de São Paulo e Paraná. Com o app Gringo, é só seguir este passo a passo:

  1. Acessar a loja de aplicativos do seu celular, pesquisar por Gringo e fazer o download;
  2. Procurar a opção situação do veículo e selecionar;
  3. Procurar a opção débitos pendentes e selecionar.

Na página seguinte o app vai indicar o que estiver pendente, caso tenha. Então, é só definir a forma de pagamento e providenciar a quitação. No portal da Secretaria da Fazenda também dá para fazer isso.

Você precisa se cadastrar primeiro. Em seguida, vai procurar a opção IPVA, que exibe os débitos do veículo informado. Acessando o site da Sefaz, você vai precisar estar com o número do Renavam, da placa do automóvel e do seu CPF.

Há, ainda, uma terceira forma para quem prefere resolver suas pendências pessoalmente. É só ir ao posto da Sefaz portando os documentos do carro e um seu para fazer a consulta e realizar o pagamento.

Como funciona o parcelamento do IPVA?

Geralmente, o governo permite o parcelamento do IPVA em até 3x. Essa quantidade de parcelas nem sempre é favorável, considerando que, no início do ano, quando o tributo é cobrado, há outras despesas para quitar, como a compra do material escolar infantil e o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

Ao pagar à vista, é dado um desconto de 3%, mas isso pode variar de acordo com o estado. Outra opção é baixar o app do Gringo, no qual você encontra uma solução de parcelamento do IPVA mais flexível.

Como parcelar o IPVA pelo Gringo? Veja o passo a passo

O Gringo oferece a melhor alternativa para quem não quer pesar o bolso. Por ele você consegue parcelar o imposto em até 12x, no cartão de crédito, boleto ou PIX. Assim, não precisa comprometer a renda da família nem deixar o IPVA atrasado.

Depois de baixar o aplicativo, é só cadastrar seu veículo e analisar as opções disponíveis de quitação. Por lá você pode, inclusive, consultar outros débitos, ver se tem alguma multa pendente etc. Em um único lugar, rápido e prático, como você merece!

O que acontece depois do parcelamento do IPVA? Onde deve pegar os documentos atualizados?

Após efetuar o pagamento, o condutor pode ficar mais tranquilo. Se tiver quitado por meio do cartão de crédito, a liberação é automática em alguns casos. Já com boleto, leva até 3 dias úteis para acontecer a compensação.

Enquanto isso, se preferir, pode andar com o comprovante de pagamento consigo. Assim, se ocorrer uma fiscalização e você for questionado, basta apresentar o documento e demonstrar que se trata de uma situação atípica.

Quais os benefícios de contar com o Gringo nesse momento?

A principal vantagem de contar com o Gringo é a flexibilidade. A possibilidade de parcelar o pagamento em até 1 ano é excelente para quem ainda está se recuperando dos gastos de Natal. Vale lembrar que, se desejar, no futuro é possível antecipar as parcelas.

Além de ser flexível, o app também oferece a praticidade de poder fazer tudo em qualquer lugar, realizando consultas sem precisar perder tempo ou dinheiro se deslocando para sanar pendências.

A dica foi dada: se chegou a hora de pagar o IPVA, mas a grana está curta, nem cogite atrasar o pagamento! Fazer isso só vai piorar a situação, aumentando as chances de o seu nome e CPF irem para a dívida ativa. Opte pelo parcelamento do IPVA! Por via das dúvidas, confira nossas condições e escolha a melhor negociação para você.

Baixe o aplicativo e confira!

 

Fórum de discussão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine para receber conteúdo exclusivo